5 alimentos que parecem saudáveis, mas não são

25 Janeiro, 2019
Para evitar consumir calorias vazias ou incorporar ingredientes prejudiciais à sua saúde, é importante derrubar mitos e disseminar informações sobre alguns alimentos que parecem saudáveis, mas que devemos tirar da nossa dieta.

Uma nutrição equilibrada é, sem dúvida, um dos aspectos mais importantes da boa saúde. Tentamos seguir uma dieta saudável, mas há alimentos que parecem saudáveis que nos atrapalham.

Isso porque muitos mitos justificam nossos hábitos alimentares, e eles podem na verdade estar dificultando a adoção de uma dieta saudável.

É isso mesmo: a ignorância pode nos levar a consumir alimentos que parecem saudáveis, mas na realidade são prejudiciais ao nosso corpo. A seguir veremos alguns deles.

Alimentos que parecem saudáveis, mas podem ser prejudiciais

A utopia de perder peso rapidamente ou retardar o envelhecimento nos leva a consumir muitos alimentos que parecem saudáveis. No entanto, a grande maioria destes produtos esconde uma grande quantidade de ingredientes prejudiciais ou pouco benéficos para a nossa saúde.

Garota escolhendo suco no mercado

Por trás de uma publicidade light, por exemplo, alguns produtos revelam um alto teor de sódio e açúcares. Além disso, a indústria desses produtos muitas vezes abusam de aditivos químicos para dar sabor às suas preparações.

Por outro lado, até mesmo certos alimentos de origem vegetal podem conter grandes quantidades de gorduras.

Trigo integral e seus derivados

Pães e bolachas integrgais geralmente contêm o mesmo índice glicêmico de produtos brancos. Ou seja, contribuem com a mesma quantidade de açúcares que os produtos não integrais, motivo pelo qual devem ser consumidos moderadamente.

Por outro lado, o processo de refino do trigo integral é prejudicial, uma vez que remove grande parte das propriedades naturais do cereal. Geralmente há muita confusão entre os consumidores sobre a natureza integral de alguns alimentos.

Muitos dos produtos comercializados como derivados de trigo integral nem sequer possuem quantidades relevantes deste ingrediente. Em muitos biscoitos, pães ou produtos que se dizem integrais, predominam outras farinhas de grãos não integrais.

Sem mencionar a alta quantidade de sódio e gorduras que são usadas para melhorar o sabor.

Devemos lembrar que as fibras contidas em produtos autenticamente integrais estimulam o trânsito intestinal. Esta característica é muito benéfica para prevenir a constipação e outros problemas digestivos.

Produtos com altos níveis de fibras geralmente geram também maior saciedade. Leia os ingredientes além do que vem na frente do rótulo para ter certeza da composição.

Lembre-se também que muitos médicos dizem que o consumo excessivo de farinhas integrais e seus derivados contribuem para a inflamação do trato intestinal. Portanto, pães e produtos integrais são excluídos da dieta de muitos pacientes com princípio de diverticulite.

Alimentos reduzidos em gordura (baixo teor de gordura)

Atualmente, as gorduras saturadas são consideradas como as grandes vilãs de uma dieta saudável. Por outro lado, é verdade que todas as gorduras devem ser consumidas moderadamente em uma dieta equilibrada.

Ao reduzir o teor de gordura, os fabricantes de produtos perceberam que produtos adquiriam um sabor menos atraente. Portanto, eles começaram a aumentar as quantidades de açúcar ou sódio em suas preparações para melhorar o sabor.

Essa contribuição de açúcares e suplementos de sabor é bastante prejudicial à nossa saúde, aumentando o risco de muitas doenças, como problemas coronários, diabetes e hipertensão.

Além disso, é importante lembrar que os produtos processados ​​geralmente contêm muitos aditivos químicos e poucos nutrientes essenciais, como vitaminas ou minerais.

Sucos de frutas industrializados

Frutas em seu estado natural contêm frutose, um tipo de açúcar não refinado que é facilmente assimilado pelo nosso corpo. Sucos de frutas industrializados também contêm uma grande quantidade de açúcar refinado. Por isso, o suco de laranja comercial, por exemplo, é muito mais doce e menos ácido que a fruta natural.

Muitos sucos industrializados nem sequer são feitos a base de frutas, então eles não fornecem fibras, vitaminas ou minerais. Na verdade, eles estão cheios de corantes e outros compostos químicos que imitam o sabor da fruta.

Molhos industrializados para saladas

As saladas são ótimas aliadas de uma dieta saudável e uma dieta hipocalórica. No entanto, se usarmos temperos industrializados, estaremos estragando uma grande parte de seus benefícios.

A maioria dos temperos industrializados contém quantidades enormes de sódio, açúcares, gorduras transgênicas e aditivos químicos. O ideal seria usar ingredientes naturais para dar sabor às nossas saladas, como limão, vinagre, azeite e outras especiarias.

Prato de salada com maionese

Produtos industrializados reduzidos em carboidratos (baixo teor de carboidrato)

Embora tenham ganhado uma má reputação, os carboidratos são fontes de energia que devem estar presentes em uma dieta balanceada. É sempre importante preferir fontes naturais e não farinhas ou derivados industrializados.

Os produtos industrializados com baixo teor de carboidratos também estão entre os alimentos que parecem saudáveis, mas não são. Muitos petiscos ou lanches reduzidos em carboidratos são, na verdade, fontes de calorias vazias.

Se observarmos sua composição, veremos muitos ingredientes refinados e uma contribuição muito baixa ou nula de vitaminas, minerais ou proteínas.