O que é a complementação nutricional?

Quando há um processo de desnutrição, pode ser necessário incluir nutrientes por meio da complementação nutricional.
O que é a complementação nutricional?

Última atualização: 16 Janeiro, 2021

Em algumas ocasiões, pode ser necessário introduzir uma complementação nutricional, seja por um problema de digestão ou deglutição ou por um aporte ineficaz de nutrientes através da dieta. Essa situação geralmente ocorre em idosos ou em pessoas que sofrem de alguma patologia que afeta o tubo digestivo.

A seguir, vamos contar em que consiste esse tipo de alimentação, para que você tenha uma ideia de quais produtos escolher e a importância de segui-la adequadamente.

Não se esqueça de que o nutricionista ou o médico são os únicos capacitados para aconselhar o início deste protocolo alimentar. Executá-lo sem a sua aprovação pode ser prejudicial para a saúde.

Complementação nutricional no câncer

Os pacientes com câncer do tubo digestivo podem ter dificuldade para engolir os alimentos, sobretudo quando os tumores estão localizados na garganta ou na cavidade oral.

Nessa situação, é necessário administrar a complementação nutricional em forma de shake, procurando incorporar todos os nutrientes necessários para que o indivíduo possa continuar com as suas funções vitais.

Ao escolher um produto dietético para o paciente com câncer, é preciso recorrer a um tipo de fórmula sem açúcares e com pouco ou nenhum carboidrato.

Isso ocorre porque a dieta cetogênica tem se mostrado eficaz para o tratamento da doença, de acordo com uma pesquisa publicada em Recent Results in Cancer Research. A pesquisa afirma que ela é capaz de retardar o crescimento tumoral e de aumentar os efeitos da quimioterapia.

Além disso, é vital que a fórmula contenha doses elevadas de vitaminas C e D. Ambos os nutrientes ajudam a reduzir o estado inflamatório e a produção de radicais livres.

Tal redução leva a um ponto de inflexão no tratamento dos processos tumorais, conforme afirma um estudo publicado na revista Biochemical Society Transactions.

a complementação nutricional

Complementação nutricional para idosos

Outra das situações nas quais a complementação nutricional pode ser introduzida é no caso dos idosos. Muitas vezes, esses indivíduos são incapazes de incorporar todos os nutrientes necessários por meio de uma dieta sólida, pois a falta de apetite e a falta de paladar podem influenciar o consumo dos alimentos.

Nesses casos, é necessário escolher um shake que, além de ter um sabor poderoso para estimular o paladar, também seja ligeiramente hipercalórico.

A ideia não é causar um aumento de peso no idoso, mas sim suprir as suas necessidades calóricas. Caso contrário, poderia haver um processo de desnutrição que culminaria com o desenvolvimento de patologias que colocariam a sua vida em risco.

As pessoas com desnutrição também podem consumir shakes

O último dos casos que vamos comentar é o dos adultos desnutridos. Às vezes, um indivíduo pode sofrer um processo de desnutrição, seja por uma causa patológica ou por causa da impossibilidade de obter alimentos. De qualquer forma, uma vez neste ponto, torna-se necessário ser meticuloso com a dieta.

Para incorporar os nutrientes necessários, é possível utilizar a opção da introdução da complementação nutricional. No entanto, é necessário aumentar a carga calórica muito gradualmente.

Caso contrário, poderia ocorrer um quadro de síndrome de realimentação, que cursa com uma hipocalemia – ou seja, um baixo nível de potássio no sangue –, capaz de causar a morte. O mais adequado é que esses problemas sejam controlados por um profissional da saúde, para evitar ineficiências no aporte de nutrientes.

a complementação nutricional

A complementação nutricional, um recurso dietético

A introdução de nutrientes na forma líquida é uma estratégia que vai além do contexto esportivo. Também é possível utilizar a complementação nutricional em indivíduos adultos com ou sem patologias, a fim de maximizar o aporte de nutrientes ou de melhorar o manejo de algumas doenças.

Apesar disso, é importante sempre consultar um nutricionista antes de tomar essa decisão. É preciso considerar que sempre consumir os nutrientes por meio de líquidos ou shakes pode influenciar a produção de enzimas a nível intestinal, o que é um problema em muitas situações.

O ideal é planejar uma dieta balanceada com base no consumo de alimentos sólidos. Porém, em certas ocasiões, isso não é possível e, dessa forma, a complementação nutricional se torna uma forma eficaz de evitar carências de nutrientes e de melhorar a saúde.

Ela pode ser útil até mesmo no manejo de patologias como o câncer, nas quais é vantajoso aumentar o consumo de algumas substâncias e reduzir o de outras.

Pode interessar a você...
Shakes e smoothies saudáveis para sua dieta
Fit PeopleLeia em Fit People
Shakes e smoothies saudáveis para sua dieta

Não há nada melhor do que começar o dia com vigor e dinamismo. E que maneira melhor de fazer isso do que consumindo shakes e smoothies saudáveis?



  • Smyl C., Ketogenic diet and cancer a perspective. Recent Results Cancer Res, 2016. 207: 233-40.
  • Ang A., Pullar JM., Currie MJ., Vissers MCM., Vitamin C and immune cell function in inflammation and cancer. Biochem Soc Trans, 2018. 46 (5): 1147-1159.