Por que é importante consumir carboidratos?

15 Julho, 2020
Os carboidratos são necessários para muitas funções corporais. Além disso, eles ajudam a prevenir lesões musculares ao praticar esportes.
 

Por ser um dos três macronutrientes essenciais, é importante consumir carboidratos. Alimentos ricos nesse nutriente normalmente contêm um grande teor de fibras, o que é essencial para a saúde intestinal. Além disso, eles são uma fonte de energia crucial para muitos atletas.

Carboidratos e esportes de força

Nos esportes de forçaso nutriente preferido para a produção de energia é a glicose. Os carboidratos se quebram em glicose no corpo, portanto, eles são muito importantes para o desempenho.

Os carboidratos também ajudam a prevenir lesões. Fazer exercícios intensos ou competir com baixos níveis de glicogênio é um dos fatores de risco para lesões musculares. Por esse motivo, os atletas de força precisam de um suprimento regular de carboidratos, de preferência com baixo índice glicêmico.

Consumi-los antes, durante e após o treino de força é essencial para maximizar o desempenho, e existem vários produtos específicos para atletas disponíveis no mercado.

Um exemplo são as bebidas esportivas, que contêm uma certa quantidade de açúcar. Essas bebidas são benéficas quando consumidas durante o treino, porque ajudam a manter os níveis corretos de glicose no sangue.

Consumir carboidratos como ajuda ergogênica

Atletas devem incluir carboidratos regularmente em suas refeições, e combiná-los com proteínas estimula a síntese proteica endógena e preenche os estoques de glicogênio.

Os carboidratos são necessários para muitas funções corporais. Além disso, eles ajudam a prevenir lesões musculares ao praticar esportes
 

Em outras situações, é possível maximizar a eficiência dos carboidratos com o uso de suplementos. Um exemplo é a creatina, que precisa de carboidratos para produzir um aumento na insulina e aumentar sua absorção.

Existem também alguns produtos baseados exclusivamente nesse nutriente. O principal objetivo desses suplementos é gerar uma sobrecarga nos estoques de glicogênio do corpo para um aumento subsequente no desempenho.

Sua importância nos esportes de resistência varia

Quando falamos de esportes de resistência, a recomendação de consumir carboidratos varia. Treinar com o estômago vazio pode ser uma maneira eficaz de maximizar a eficiência da beta oxidação lipídica. Isso acostuma o corpo a economizar carboidratos.

Dessa forma, e com um suprimento de açúcares de baixo índice glicêmico durante a prática esportiva, é possível manter os estoques de glicogênio quase cheios para usá-los nos momentos em que é necessário aumentar a intensidade.

Nesse tipo de exercício, os nutrientes essenciais para a produção de energia são as proteínas e as gorduras, que são decompostos e transportados para o fígado, onde são transformados em glicose para uso posterior. A glicose é usada em paralelo, mas representa uma porcentagem muito menor do que nos esportes de força.

Consuma carboidratos para uma boa saúde

No caso de pessoas saudáveis que não são atletas, eles ainda são importantes. Isso porque comer alimentos com açúcares de baixo índice glicêmico pode regular o apetite e a saciedade. No entanto, não é um nutriente essencial para as funções corporais. 

 

É por isso que as dietas cetogênicas se tornaram populares, já que podem favorecer a perda de peso e o controle de certas doenças, como a epilepsia.

Consuma carboidratos para a sua saúde em geral

Um caso especial é o dos diabéticos tipo 1, que precisam de um melhor controle da ingestão de carboidratos. Nessa situação, a pessoa precisa de uma educação nutricional para ser capaz de controlar a quantidade de açúcar que ingere. A partir daí, ela pode tomar as doses de insulina necessárias para controlar a curva de glicose.

Conclusão

Os carboidratos são um nutriente essencial, especialmente para as pessoas que praticam esportes. Para atletas de força, eles são uma das fontes primárias de energia. Uma diminuição na quantidade de açúcares no corpo pode reduzir significativamente o desempenho e aumentar o risco de sofrer uma lesão muscular.

No entanto, quando se trata apenas da saúde em geral, a situação pode ser um pouco diferente. Embora o consumo de carboidratos de baixo índice glicêmico esteja associado a uma boa ingestão de fibra, esse nutriente nem sempre é útil.

Finalmente, ao tratar doenças como a epilepsia refratária, reduzir a ingestão de carboidratos pode reduzir significativamente o risco de problemas.

 
  • Alghannam AF., Gonzalez JT., Betts JA., Restoration of muscle glycogen and functional capacity: role of post exercise carbohydrate and protein co ingestión. Nutrients, 2018.
  • Sampaio LP., Ketogenic diet for epilepsy treatment. Arg Neuropsiquiatr, 2016. 74 (10): 842-848.
  • Rivellese AA., Glacco R., Costabile G., Dietary carbohydrates for diabetics. Curr Atheroscler Rep, 2012. 14 (6): 563-9.