Benefícios do extrato de uva para os atletas

Se você se interessa por ingredientes naturais para melhorar a sua saúde, este artigo vai te interessar. A seguir, vamos explicar por que e em que condições é vantajoso consumir o extrato de uva para melhorar o desempenho esportivo e a recuperação.

Última atualização: 24 Janeiro, 2021

Os atletas precisam de um maior suprimento de antioxidantes, a fim de reduzir os danos musculares e modular a inflamação. Para atender a esses requisitos, várias estratégias alimentares podem ser colocadas em prática. Uma delas é considerar o consumo de extrato de uva para os atletas.

A seguir, vamos descrever as propriedades e benefícios do consumo desse alimento. No entanto, também vamos informar sobre a sua estrutura de aplicação, pois não se trata de um suplemento que deve ser consumido em grandes quantidades de forma regular.

O extrato de uva é uma fonte de antioxidantes

As uvas contêm flavonoides antioxidantes conhecidos como taninos. O consumo desses nutrientes está associado a uma melhor capacidade de recuperação em atletas quando administrados em doses dietéticas, de acordo com um estudo publicado na revista The Cochrane Database of Systematic Reviews.

De acordo com o artigo citado, o consumo de fitonutrientes é capaz de reduzir os danos musculares moderadamente e de acelerar os processos de reconstrução quando ingeridos por meio da dieta. Não foram, no entanto, encontrados benefícios claros em caso de suplementação.

Por outro lado, o uso de suplementos de antioxidantes tem se mostrado contraproducente, pois eles influenciam as vias de sinalização celular e muscular. Dessa forma, há uma redução na capacidade de supercompensação do atleta e no aumento do desempenho derivado do treinamento.

É aconselhável garantir a ingestão dietética de flavonoides através da dieta, mas não recorrer à suplementação de forma sistemática. Nesse sentido, a inclusão do extrato de uva para os atletas em doses moderadas parece ser uma estratégia prudente e eficaz para melhorar a capacidade de recuperação.

As propriedades cardioprotetoras do extrato de uva

Além de ser benéfico para melhorar a recuperação, o consumo de extrato de uva por atletas também contribui para uma melhor saúde cardiovascular. Já faz muitos anos que a ingestão de uvas tem sido associada à proteção cardíaca. 

Por esse motivo, costumava-se recomendar tomar uma taça de vinho juntamente com as refeições como parte da dieta mediterrânea, mas essa recomendação está desatualizada.

O que está claro é que tanto a ingestão regular de uvas quanto a do seu extrato reduzem o risco de desenvolver doenças cardíacas a médio e longo prazo, o que é obviamente positivo para a saúde. Além disso, a propriedade antioxidante dos taninos está associada a um retardo no envelhecimento, o que também é algo benéfico para os atletas.

Cabe destacar que as uvas pretas contêm mais antioxidantes do que as brancas. Os fitonutrientes são, na sua maioria, pigmentos responsáveis ​​por fornecer cor. Por isso, quanto mais escura a uva ou quanto mais viva a cor de uma fruta, maior também será o seu teor de flavonoides.

Outros extratos recomendados para os atletas

Da mesma forma que o extrato de uva é aconselhável para os atletas, também existem outros concentrados de frutas que podem ser benéficos. Um exemplo é o suco de cereja amarga ou o suco de mirtilo.

Apesar dos seus benefícios, é importante saber que, para promover a recuperação sem interferir nas vias de sinalização muscular ao mesmo tempo, eles devem ser consumidos com moderação.

Uma dose excessiva de antioxidantes ou fitonutrientes não é recomendada no âmbito esportivo. Isso só se justificaria em uma situação de alto estresse competitivo, em que houvesse pouco tempo para descansar entre os eventos.

Nesse caso, a recuperação poderia ser priorizada ao invés da adaptabilidade, suplementando com antioxidantes ou aumentando a sua ingestão drasticamente.

O extrato de uva traz benefícios para os atletas

Conforme você pode ver, os atletas podem obter vários benefícios do consumo de extrato de uva. Desde que ingerido de forma moderada, trata-se de uma estratégia eficaz para melhorar a recuperação muscular.

Essa situação reduz o risco de lesões para os atletas submetidos a treinamentos muito intensos. Por sua vez, embora indiretamente, também permite um melhor desempenho. A inclusão de vegetais garante o consumo de fitonutrientes com capacidade anti-inflamatória e antioxidante, que são benéficos para o atleta.

Por fim, lembre-se de que, para que uma dieta seja balanceada, ela deve conter alimentos de todos os grupos. Além disso, também deve apresentar um equilíbrio calórico.

Pode interessar a você...
Eres DeportistaLeerlo en Eres Deportista
É uma boa ideia comer frutas depois de fazer exercício?

Comer frutas depois de fazer exercício tem muitos benefícios. Você pode adaptar as frutas que você consome às necessidades do momento



  • Ranchordas MK., Rogerson D., Soltani H., Costello JT., Antioxidants for preventing and reducing muscle soreness after exercise. Cochrane Database Syst Rev, 2017.
  • Merry TL., Ristow M., Do antioixidant supplements interfere with skeletal muscle adaptation to exercise training? J Physio, 2016.