5 momentos históricos do Grande Prêmio de Mônaco

O circuito de Monte Carlo é um elemento indispensável para a temporada de Fórmula 1 ficar completa. Conheça as grandes histórias desse evento único no mundo.
5 momentos históricos do Grande Prêmio de Mônaco

Última atualização: 29 Fevereiro, 2020

O Grande Prêmio de Mônaco testemunhou muitos dos grandes momentos históricos da Fórmula 1. Ano após ano, é um dos eventos mais esperados do calendário, já que o circuito não pode ser comparado a nenhum outro.

Todo fã da Fórmula 1 deve lembrar de algum momento histórico do circuito de Mônaco. Acontece que esse evento é especial não apenas para os arredores luxuosos e surreais do circuito, mas também pela quantidade de situações históricas que ocorreram lá.

Grande Prêmio de Mônaco: momentos deixados na história

Na lista a seguir, pretendemos relembrar aqueles momentos que contribuíram para que essa corrida seja mais do que apenas uma corrida. Pelas seguintes razões, esse circuito se tornou uma lenda e todo piloto sonha em vencer essa corrida.

1. Grand Prêmio de Mônaco de 1984: a lenda de Senna começa

De certa forma, pode-se dizer que a lenda de Ayrton Senna começou no Grande Prêmio de Mônaco. Em 1984, Senna era um piloto da modesta equipe Toleman e começou a partir do final da grade.

A corrida ocorreu sob uma inundação espetacular, da qual Senna aproveitou para superar posições. Quando o brasileiro estava em segundo lugar e se preparava para disputar a liderança com o francês Alain Prost, a prova foi suspensa.

Nunca saberemos se Senna terminaria a corrida na primeira posição, à frente do veterano Prost, que levou o melhor carro do grid para a pista. Enfim, foi uma performance épica do brasileiro.

Grande Prêmio de Mônaco: momentos deixados na história

Nas temporadas seguintes, Senna tornou-se proprietário e senhor do circuito de Mônaco. Até o momento, ninguém superou as seis vitórias que o brasileiro teve nesse local.

2. Ascari termina no mar em 1955

No Grande Prêmio de Mônaco de 1955, ocorreu um dos acidentes mais espetaculares, lembrado até hoje. O protagonista infeliz foi o italiano Alberto Ascari.

Numa época em que a segurança não era precisamente a prioridade, o piloto italiano bateu nas cercas na curva antes do túnel e acabou no mar. Felizmente, ele conseguiu sair do carro, que afundou no mar.

Milagrosamente, Ascari foi salvo do afogamento. No entanto, o destino quis, quatro dias depois, que ele perdesse a vida em um treinamento particular.

3. Polêmica com Schumacher

A sessão de qualificação do Grande Prêmio de Mônaco de 2006 pode ser descrita como polêmica. Fernando Alonso havia se proclamado campeão mundial na última temporada e, em 2006, continuou seu domínio.

Michael Schumacher sabia que a pole do Grande Prêmio de Mônaco ajudaria muito na vitória, então ele teve que evitar a todo custo que Alonso a ganhasse. Quando viu que o espanhol chegou marcando os melhores tempos, ele bateu intencionalmente para provocar uma bandeira amarela.

Polemica com Schumacher

Finalmente, piloto alemão foi sancionado por bater deliberadamente nas proteções. Alonso saiu na pole e Schumacher começou da última posição. Os espanhóis venceram a corrida e Schumacher ficou em quinto lugar.

4. Grande Prêmio de Mônaco de 1992: duelo entre Senna e Mansell

Nesta edição ocorreu um dos maiores duelos lembrados. Os principais pilotos foram Senna, com a McLaren, e Mansell, com a Williams. Para corridas e pilotos como estes, o Grande Prêmio de Mônaco é uma das corridas mais esperadas.

Em 1992, Prost tirou um ano sabático e Mansell estava dominando a temporada. Após cinco vitórias consecutivas, Mansell estava disposto a conquistar a vitória em Mônaco, mas ele não sabia que Senna também lutaria pela vitória.

No início, Senna se colocou na segunda posição, seguindo nos calcanhares de Mansell. Após algumas voltas emocionantes, nas quais os dois pilotos mostraram por que estavam entre os melhores do mundo, Senna acabou vencendo.

Neste vídeo, você pode ver um resumo dessa corrida. Uma imagem vale mais do que mil palavras: é impressionante ver os dois pilotos lutando na pista.

5. 6 líderes em 1982

Em geral, o Grande Prêmio de Mônaco tem uma reputação de ser entediante devido à ausência de ultrapassagens. Normalmente, o piloto que faz a pole tem vantagem para vencer a corrida. Também é verdade que as estatísticas foram feitas para serem quebradas, e foi o que aconteceu em 1982.

Seis líderes em 1982

Nas últimas voltas, praticamente todos os pilotos tiveram que sair da pista devido a diferentes problemas mecânicos. É por isso que a corrida foi liderada por seis pilotos diferentes.

Poucas corridas são lembradas por terem ocorrido tantas desistências. Vale a pena conferir a classificação da corrida para ter uma ideia da quantidade de desistências que ocorreram.

Em suma, está comprovado que o GP de Mônaco é pura história dentro da categoria mais alta do esporte de velocidade. Com suas belas paisagens e o seu circuito fechado, é o cenário perfeito para grandes histórias acontecerem.

Pode interessar a você...
Rali Dakar: um rali de corridas extremas
Fit PeopleLeia em Fit People
Rali Dakar: um rali de corridas extremas

O Rali Dakar é uma competição bastante "moderna", pois tem pouco mais de 40 anos de vida. Foi mudando sua sede e continentes, mas deve seu nome à o...