Copa do Mundo Feminina: o que devemos saber sobre ela?

Você sabia que a maior competição internacional de futebol feminino já está acontecendo? Saiba tudo sobre a Copa do Mundo, bem como sobre as equipes que estão concorrendo.

Última atualização: 19 Junho, 2019

A França é o país que vai abrigar as melhores jogadoras do planeta entre 7 de junho e 7 de julho. A Copa do Mundo Feminina está recebendo cada vez mais publicidade graças ao crescimento desse ramo do esporte mais popular do mundo. O que devemos saber sobre esse grande evento?

Embora seja verdade que este evento de futebol feminino não reúna tantos meios de comunicação ou fãs quanto o evento masculino, é fato que a Copa do Mundo de 2019 na França terá uma cobertura que poucas de suas antecessoras tiveram.

Para que você não fique de fora dessa competição tão relevante, convidamos você a conhecer um pouco mais sobre a organização do campeonato, como os jogos da primeira fase serão divididos e quais times são os favoritos para ficar com a Copa do Mundo Feminina.

Detalhes da Copa do Mundo Feminina

A oitava edição deste evento da Copa do Mundo para mulheres será realizada pela primeira vez na França, mas pela terceira vez na Europa.

Anteriormente, ela foi organizada pela Suécia em 1995 e pela Alemanha, em 2011. As outras sedes foram a China (em 1991 e 2007), os Estados Unidos (duas vezes, em 1999 e 2003) e o Canadá.

A equipe que mais venceu é, precisamente, os Estados Unidos. Conseguiram o feito em três ocasiões: 1991, 1999 e 2015. Enquanto isso, a Alemanha conseguiu ficar com a taça de campeã em duas edições: 2003 e 2007; Noruega e Japão foram as outras duas seleções campeãs.

O formato da disputa, como veremos em detalhes na próxima seção, é o mesmo da Copa do Mundo masculina. Isso inclui tanto as diferentes etapas da competição quanto a definição das equipes classificadas e as partidas empatadas; neste caso, é disputada uma prorrogação de 15 minutos e, se persistir, uma disputa de pênaltis.

Formação dos grupos

O evento contará com a participação de 24 países dos cinco continentes. Para a primeira fase, eles serão divididos em seis grupos de quatro equipes cada, distribuídos da seguinte forma:

Grupo A

  • França
  • República da Coreia
  • Nigéria
  • Noruega

Grupo B

  • Alemanha
  • Espanha
  • República Popular da China
  • África do Sul

Grupo C

  • Austrália
  • Itália
  • Brasil
  • Jamaica

Grupo D

  • Inglaterra
  • Escócia
  • Argentina
  • Japão

Grupo E

  • Canadá
  • Camarões
  • Nova Zelândia
  • Países Baixos

Grupo F

  • Estados Unidos
  • Tailândia
  • Chile
  • Suécia

Após esta rodada de grupos, 16 equipes se classificarão para as oitavas de final. A partir de então (22 de junho), começa a fase de mata-mata; quem perde volta para casa, enquanto que a equipe vencedora continua a caminho da final em Lyon no dia 7 de julho.

Copa do Mundo Feminina: times favoritos

Como de costume nestas competições, as americanas são listadas como as maiores candidatas para ficar em primeiro lugar. Atualmente, elas ocupam o primeiro lugar no ranking da FIFA.

Além de serem as últimas campeãs, elas venceram as eliminatórias da CONCACAF (Confederação da América do Norte, América Central e do Caribe). Elas venceram todos os jogos por mais de cinco gols de diferença, exceto a final! Nesse jogo decisivo, a equipe liderada por Jill Ellis venceu o Canadá por 2 a 0.

Por outro lado, a Alemanha também tem um time promissor. Ela também se classificou confortavelmente; apesar de perderem em casa para a Islândia, as alemãs conquistaram o restante dos compromissos sem sofrer gols.

Com a ajuda de sua estrela, Dzsenifer Maroszán, as alemãs buscarão o tricampeonato que as igualaria aos EUA como rainhas da categoria. Sua diretora técnica, Martina Voss-Tecklenburg, tem experiência e conseguiu colocar a Suíça em uma Copa do Mundo Feminina pela primeira vez em 2015.

Outros países a serem observados na Copa do Mundo Feminina

Não podemos deixar de lado a Inglaterra, uma equipe que chegou a duas semifinais europeias e terminou em terceiro no Canadá em 2015. As inglesas se classificaram confortavelmente e têm no seu banco uma lenda do futebol Inglês: Phil Neville, ex-estrela do Manchester United.

Por sua vez, o Brasil é outra equipe que sempre deve ser considerada. As brasileiras vêm da conquista da Copa América 2018 com uma média de 4 gols por jogo e apenas dois gols sofridos. Marta, uma das melhores jogadoras da história, jogará a sua quinta Copa do Mundo na França.

Enquanto isso, Espanha e Argentina, duas equipes com muito peso e uma grande história no futebol masculino, ainda estão dando os seus primeiros passos no futebol feminino. Nesta nova competição, elas procurarão consolidar o seu crescimento e assentar as bases para o futuro.

Em conclusão, podemos dizer que a Copa do Mundo Feminina será um grande espetáculo e que todo o universo do futebol estará de olho na França durante esse mês. Qual você acha que será a equipe vencedora?

Pode interessar a você...
Fit PeopleLeia em Fit People
Dicas de nutrição no futebol feminino

O futebol feminino é um esporte que exige muito fisicamente. Leve em conta esses conselhos sobre nutrição no futebol feminino para melhorar seu rendimento!