Usain Bolt: o homem mais rápido do mundo

Usain Bolt entrou para a história do esporte olímpico e mundial como o homem mais rápido do mundo.
Usain Bolt: o homem mais rápido do mundo

Última atualização: 26 Novembro, 2020

Ao falar dos seres mais rápidos do mundo, provavelmente vamos pensar em um felino… mas isso porque não estamos considerando Usain Bolt! No artigo a seguir, vamos falar tudo sobre esse jamaicano, que é dono de vários recordes.

Usain Bolt, os seus primórdios

Nascido na Jamaica, mais precisamente em uma pequena localidade rural chamada Sherwood Content, Bolt praticou diversos esportes durante a infância, tais como críquete e futebol. Na escola, ele começou a demonstrar as suas habilidades para a corrida e, aos 12 anos, já se tornou o mais rápido nos 100 metros rasos.

Ele continuou a sua carreira esportiva no ensino médio e os seus professores, é claro, sugeriram que ele se dedicasse ao atletismo. Em 2001 – com 15 anos – ele ganhou uma medalha nos Jogos Escolares. Após essa conquista, o ex-atleta olímpico Pablo McNeil se tornou o seu treinador.

As primeiras competições foram disputadas representando o seu país nos Jogos Carifta e, posteriormente, no Campeonato Mundial Juvenil de Atletismo, realizado na Hungria. Embora estivesse tendo contato com outros atletas, Bolt ainda não levava o esporte muito a sério.

O salto para a fama foi dado quando ele venceu várias provas do campeonato mundial júnior com quase 16 anos e 1,94 metros de altura. O sucesso continuou nessas competições menores, o que fez com que ele se tornasse o melhor atleta jovem da temporada.

‘O relâmpago’

A carreira profissional de Usain Bolt começou em 2004, nos Jogos Carifta das Bermudas. Nesse evento, Bolt se estabeleceu como o primeiro velocista a completar os 200 metros em menos de 20 segundos.

Os anos seguintes não foram bons: às mudanças de treinadores se somaram diversas lesões que o deixaram longe das competições. Mas isso não o amedrontou e ele decidiu continuar treinando e ganhando experiência.

Em 2007, ele competiu em eventos regionais e internacionais. Assim, ele conquistou a medalha de prata no Campeonato Mundial de Atletismo em Osaka, Japão. Nesse mesmo local, ele formou um quarteto juntamente com Asafa Powell, Nesta Carter e Marvin Anderson, e juntos eles quebraram um recorde nacional.

Usain Bolt: o homem mais rápido do mundo

Tudo isso motivou Usain, que então começou a olhar para a sua carreira de uma maneira mais profissional. Ele se concentrou nos 100 metros e, na sua primeira competição nessa nova etapa, estabeleceu um novo recorde.

Usain Bolt e os Jogos Olímpicos

A estreia de Bolt nos Jogos Olímpicos foi em Pequim 2008, para as provas de 100 e 200 metros (suas favoritas). Na final da primeira, ele quebrou o próprio recorde e conquistou a medalha de ouro… e com a sapatilha desamarrada!  

Para os 200 metros, ele também ganhou a medalha de ouro e, assim, emulou o grande Carl Lewis – conhecido como ‘o filho do vento’ – conquistando não apenas as duas medalhas de ouro, mas também novos recordes.

Dois dias depois, ele competiu no revezamento 4 x 100 com Powell, Carter e Michael Frater e eles também ficaram em primeiro lugar, com marcas olímpicas e mundiais incluídas.

Quatro anos se passaram, com vários triunfos em ligas e campeonatos mundiais até chegar a Londres 2012. Lá, ele conquistou a sua segunda vitória consecutiva e uma nova marca olímpica.

Os especialistas começaram a falar sobre o melhor velocista da história… Além disso, ele também conquistou o ouro nos 200 metros e a sua terceira medalha de ouro nos 4×100, juntamente com Carter, Frater e Yohan Blake.

Usain Bolt: o homem mais rápido do mundo

A chave de ouro para a sua carreira

Após os campeonatos mundiais em Moscou e Pequim – conquistando várias medalhas – Usain Bolt se preparou para aquela que seria a sua última Olimpíada: Rio de Janeiro de 2016.

Aos 29 anos, ele queria continuar computando vitórias, títulos e medalhas. Como um déjà vu, o homem mais rápido do mundo conquistou o ouro nas suas três provas: 100 metros, 200 metros e revezamento 4 x 100.  

Dessa forma, Usain entrou para o honroso hall da fama dos atletas com a maior quantidade de medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos: nada mais nada menos do que 9.

No entanto, vale a pena destacar que a última foi revogada porque houve a constatação de que um dos membros da equipe havia sido pego no exame de doping.

A última competição de Bolt foi o Campeonato Mundial de Londres, em 2017, no qual ele ficou em terceiro lugar, vários segundos abaixo de suas melhores marcas.

Após a sua aposentadoria, ele começou uma carreira no futebol, embora ela tenha durado apenas seis meses. Independentemente disso, ninguém poderá tirar dele o apelido de lightning Bolt, o relâmpago Bolt.

Pode interessar a você...
As provas de atletismo mais populares
Fit PeopleLeia em Fit People
As provas de atletismo mais populares

Atletismo é um conjunto de eventos esportivos que são divididos em corridas, saltos e arremessos, e é considerado a mais antiga forma organizada de esporte.