Responsabilidade patrimonial nas instalações esportivas

Quando ocorre um acidente em instalações esportivas, a providência imediata é definir de quem é a responsabilidade patrimonial. Na prática, geralmente são geradas controvérsias.
Responsabilidade patrimonial nas instalações esportivas

Última atualização: 24 Abril, 2021

A responsabilidade patrimonial nas instalações esportivas é uma questão que geralmente gera controvérsias. Na prática, deve ficar muito claro quem é responsável se ocorrer uma lesão ou acidente em instalações municipais, privadas ou outras.

Embora cada caso seja estudado de maneira particular, também é verdade que o município é responsável quando o acidente ocorre devido a algum dano ou falta de manutenção das instalações esportivas locais.

Por outro lado, esse não é o caso quando a lesão é causada pelo descuido da pessoa que frequenta o local, caso em que será de sua total responsabilidade.

Responsabilidade patrimonial: quando é do município?

Municípios e clubes esportivos devem incentivar e promover esportes em cada localidade. Para isso, é essencial o funcionamento ideal das instalações esportivas, que em muitos casos são utilizadas pelas escolas próximas para desenvolverem seus objetivos nessa área.

Essas instalações devem atender a todos os requisitos básicos que garantam a segurança de todos os participantes. Caso contrário, o município deve responder pela sua omissão.

Geralmente, quando ocorre um acidente ou lesão, os pais ou a pessoa envolvida iniciam um processo de reivindicação de responsabilidade patrimonial. No entanto, essas alegações nem sempre prosperam e dependerão da situação e de cada caso específico.

A responsabilidade patrimonial também afeta instituições esportivas privadas.

Um exemplo disso é se, por exemplo, uma pessoa do público cai da escada de alguma arquibancada porque não encontrou a inclinação e a altura adequadas. Se, além disso, as escadas não possuíam grades de apoio, a responsabilidade e as despesas provavelmente recairão sobre o município.

Por outro lado, uma pessoa — um pai, por exemplo — que recebe uma bolada dos jogadores e fere o rosto, dificilmente pode responsabilizar a cidade pelo referido acidente. A razão? As instalações não são diretamente responsáveis ​​pelo referido acidente; É responsabilidade da pessoa estar ciente sobre o que está acontecendo no campo.

Responsabilidade patrimonial com as crianças envolvidas

Para que uma lesão ou acidente seja atribuível à administração, é essencial demonstrar um nexo de causalidade entre a lesão e o dano. Também nesses casos, aspectos como a idade da pessoa afetada são levados em consideração, principalmente pelo princípio da responsabilidade, que não é o mesmo se for adulto e não criança.

Com relação ao ponto anterior, houve vários casos em que a administração assume total responsabilidade por acidentes ocorridos a crianças, mesmo quando as instalações dispõem de todo o necessário para garantir a operação e a segurança dos participantes.

Nesse sentido, o caso de uma criança que caiu em um dos corredores das instalações pode ser usado como exemplo. Embora o corredor estivesse bem iluminado, fosse largo e não apresentasse problemas, é levado em consideração que as crianças tendem a correr e a ter um comportamento mais enérgico, e é por isso que caem.

Nesses casos, embora a administração não seja diretamente responsável, ela assume esse custo porque é uma criança pequena que ainda não está esclarecida sobre seu senso de responsabilidade.

Responsabilidade pública ou privada

É importante observar que a administração tem a obrigação de evitar todas as situações ou circunstâncias que possam representar um perigo para qualquer um dos participantes das instalações esportivas. A manutenção do espaço esportivo, campos, pistas, etc. é fundamental.

Crianças durante uma prática de hóquei.

Existem casos, como o descrito acima, em que a administração também deve assumir as responsabilidades. No entanto, quando se trata de adultos, as resoluções geralmente não são tão favoráveis.

A linha de responsabilidade entre a administração e o particular é muito tênue. Cada caso e circunstância são diferentes, portanto, é muito difícil estabelecer quando é responsabilidade de uma ou outra parte. O que está claro é que a administração tem o dever de fornecer instalações seguras, para evitar riscos.

As pessoas também são responsáveis ​​por suas ações e, se o acidente não ocorrer devido a qualquer situação causada pelas instalações esportivas, elas devem assumir sua responsabilidade absoluta a esse respeito. Obviamente, há exceções à regra, como no caso de menores, com quem se tende a ser muito mais flexível.

Pode interessar a você...
Regulamentos atuais sobre o doping
Fit PeopleLeia em Fit People
Regulamentos atuais sobre o doping

Através da mídia, muitas vezes conhecemos casos famosos que nos alertam para pessoas que ferem os regulamentos atuais sobre o doping nos esportes.