4 treinos de exercícios aeróbicos diferentes

18 Novembro, 2019
O exercício aeróbico traz muitos benefícios ao organismo, tais como perda de peso, melhora na capacidade respiratória e eliminação de toxinas; além disso, também é muito fácil de ser incorporado como uma atividade complementar
 

Os treinos de exercícios aeróbicos são aqueles que estimulam o sistema cardiovascular, por isso são comumente chamados de ‘cardio’. Há diferentes maneiras de fazer esses treinos, como por exemplo jogging, ciclismo, corrida ou ainda outras alternativas recentes, tais como tabata, HIIT ou TBC.

Além dos exercícios para fortalecer ou tonificar, o cardio é essencial. Ele que garantirá um impacto positivo nos músculos, ligamentos e articulações.

Tipos de treinos de exercícios aeróbicos:

Há uma grande variedade de exercícios aeróbicos com os quais você pode obter muitos benefícios e, assim, mudar constantemente os treinos para que dessa forma eles não se tornem algo chato.

Nesta oportunidade, compartilhamos 4 treinos de exercícios aeróbicos que você pode fazer em qualquer lugar, tanto em casa quanto no parque, na praia ou onde você quiser.

1. Treino simples

Esse treino é ideal para iniciantes, já que não é extremamente exigente. À primeira vista, o cardio pode parecer muito fácil, mas na realidade ele não é. Ele requer esforço e determinação, porém realmente vale a pena, pois os resultados são percebidos rapidamente.

Homem correndo ao ar livre
 

Correr em uma intensidade média é uma das melhores maneiras de fazer com que o nosso corpo entre no ritmo de treinamento.

O segredo para as pessoas que estão começando no mundo do exercício aeróbico é ser constante. Treinar esporadicamente não permitirá que seu corpo adquira as habilidades para seguir em frente.

Assim, comece com esse treino e gradualmente intensifique os exercícios, ou então faça outros treinos um pouco mais complexos.

Faça três séries destes exercícios, podendo descansar por 5 minutos depois de terminar cada série:

  • Trote suavemente por 2 minutos.
  • Faça 20 polichinelos
  • Pule corda por 2 minutos.
  • Trote suavemente por 5 minutos.

2. Treino Intermediário

O treino intermediário é indicado para as pessoas que já têm uma condição física um pouco mais estável. É um treino muito mais agitado e, além disso, requer uma execução adequada para evitar lesões. Por esse mesmo motivo, também merece um bom aquecimento prévio.

Faça quatro séries dos seguintes exercícios:

  • 2 minutos de skipping.
  • 2 minutos de polichinelos.
  • 2 minutos pulando corda.
  • 25 agachamentos com salto.
  • 1 minuto e 30 segundos de prancha.
Mulher pulando corda no parque
 

Lembre-se de se hidratar bem antes de iniciar o treino, e é igualmente importante controlar a respiração durante os exercícios.

Não respire pela boca, mas sim inspire pelo nariz o tempo todo e mantenha a respiração estável; se você não controlar a respiração, você vai se cansar mais rápido e assim vai dificultar o exercício.

3. Treino intenso

Este treino exige muito mais experiência, pois é bastante intenso. É perfeito para quem quer emagrecer, melhorar a saúde cardiovascular, bem como adquirir força nos músculos e ligamentos.

Esse treino é dividido em dois circuitos nos quais você deve se esforçar e manter o ritmo; se você quiser, pode colocar uma música para aumentar o desempenho esportivo.

Circuito 1: todos os exercícios devem ser feitos um após o outro, com o descanso no final do circuito. Esta primeira série deve ser repetida três vezes.

  • 25 polichinelos.
  • 20 agachamentos com salto.
  • 20 burpees.
  • 1 minuto de skipping.

Circuito 2: você deve fazer 2 repetições do circuito 2. Neste circuito há um pouco mais de flexibilidade com o descanso entre os exercícios. No entanto, os intervalos de descanso não devem exceder um minuto e meio.

  • 1 minuto de prancha.
  • 20 flexões de braços.
  • 20 agachamentos.
  • 2 minutos de trote.
Mulher treinando com professor
 

4. Treino avançado

Finalmente, o treino avançado. Como o próprio nome indica, é para pessoas experientes que já treinam há muito tempo e têm a resistência que este treino exige. Para uma maior eficácia, faça este treino uma hora depois de ter ingerido proteína, pois além de te dar energia, isso vai ajudar a fazer com que o músculo cresça.

Você deve fazer duas séries dos seguintes exercícios:

  • 5 minutos de trote.
  • 25 burpees.
  • 20 agachamentos sumô.
  • 1 minuto de prancha.
  • 20 flexões .
  • 30 abdominais.
  • 30 polichinelos.
  • 20 agachamentos pistol.
Alunos fazendo burpees

Neste treino você pode descansar 45 segundos entre cada exercício. É necessário que você se alongue e retome sua respiração ao terminar o treino. Além disso, que você se hidrate e mantenha uma boa alimentação a fim de ter um bom desempenho durante o cardio.

Fazer exercícios aeróbicos é expor o seu corpo a usar os músculos em função de outros sistemas, tais como o respiratório e o cardiovascular.

Além disso, você pode variar a cada dia, ou seja, em um dia você pode fazer um desses treinos e no outro você pode correr ou nadar. Não fique mais pensando, comece já a se aventurar no mundo do cardio para dessa forma obter múltiplos benefícios para a sua saúde.

 
  • Gastin, P. B. (2001). Energy system interaction and relative contribution during maximal exercise. Sports Medicine. https://doi.org/10.2165/00007256-200131100-00003
  • Boutcher, S. H. (2011). High-intensity intermittent exercise and fat loss. Journal of Obesity. Hindawi Publishing Corporation. https://doi.org/10.1155/2011/868305
  • Yardley, J. E., Kenny, G. P., Perkins, B. A., Riddell, M. C., Balaa, N., Malcolm, J., … Sigal, R. J. (2013). Resistance versus aerobic exercise. Diabetes Care36(3), 537–542. https://doi.org/10.2337/dc12-0963
  • Byrne, J. M., Bishop, N. S., Caines, A. M., Crane, K. A., Feaver, A. M., & Pearcey, G. E. P. (2014). Effect of using a suspension training system on muscle activation during the performance of a front plank exercise. Journal of Strength and Conditioning Research28(11), 3049–3055. https://doi.org/10.1519/JSC.0000000000000510
  • Boutcher, S. H. (2011). High-intensity intermittent exercise and fat loss. Journal of Obesity. Hindawi Publishing Corporation. https://doi.org/10.1155/2011/868305
  • Schoenfeld, B. J., Aragon, A. A., Wilborn, C. D., Krieger, J. W., & Sonmez, G. T. (2014). Body composition changes associated with fasted versus non-fasted aerobic exercise. Journal of the International Society of Sports Nutrition11(1). https://doi.org/10.1186/s12970-014-0054-7