6 sinais indicadores de desidratação

14 Dezembro, 2019
A desidratação se manifesta quando o corpo não recebe a quantidade de água que necessita. Ele produz diferentes sinais, aos quais devemos prestar atenção.
 

Nosso corpo consiste principalmente de água. Esse líquido vital é perdido pelo calor, pela prática de esportes ou pela urina, entre outros fatores. Um dos sintomas da desidratação é a sede, mas não é o único. Neste artigo, mostraremos quais são os sinais de desidratação que indicam que você deve beber água o mais rápido possível.

Sinais mais frequentes indicadores de desidratação

Quando o corpo não possui os níveis mínimos de fluidos, ele não pode funcionar corretamente. Logo, começa a emitir certos sinais que não devem ser negligenciados. Alguns deles são:

1. Pele seca

Se a pele estiver “esticada”, significa que falta água a nível celular. Isso ocorre porque o volume de sangue circulando no corpo é menor e, portanto, não irriga de acordo. Além disso, pode haver pele avermelhada.

2. Urina escura

Quando você acorda de manhã e vai ao banheiro, certamente já notou que a urina é de cor marrom ou amarelo escuro. Isso ocorre porque você passou muitas horas – enquanto você dormia – sem urinar.

O mesmo acontece quando você não bebe água suficiente. Por isso, um dos claros sinais indicativos de desidratação é uma urina escura e em pouca quantidade. É provável que você vá ao banheiro duas ou três vezes ao dia, quando o normal seria entre seis e sete.

Lembre-se de que, através da urina, eliminamos toxinas e outras substâncias que devem ser removidas do corpo. Pelo contrário, o sinal de que você já bebeu água suficiente é quando a urina é transparente.

 
Sinais de desidratação

3. Cãibras musculares e dores nas articulações

Elas não aparecem apenas quando nos exercitamos ou fazemos um movimento errado. As cãibras podem ser um sinal de que o corpo precisa de mais água. Esses espasmos musculares geralmente aparecem à noite, quando estamos dormindo, e podem ser muito incômodos.

Qual é a relação entre a desidratação e as cãibras? A falta de líquidos reduz o a irrigação de sangue para os músculos, que sofrem e tremem. Essa é uma das razões pelas quais devemos beber água durante e após o treinamento.

Outro dos sinais indicativos de desidratação é dor nas articulações. Quando não há água, elas não podem ser lubrificadas adequadamente e, ao se mover, geram algum desgaste. Os danos nas células da cartilagem ocorrem no decorrer do dia e, juntamente com eles, as dores e problemas de movimento.

4. Aumento de peso

Muitas vezes pensamos que temos apetite quando, na realidade, o que o corpo está pedindo é água… O cérebro não sabe a diferença entre fome e sede! Portanto, ele envia sinais para nos alimentarmos. Você provavelmente vai quer comer coisas doces ou gordurosas e, por isso, pode ganhar peso.

 

Faça o teste: da próxima vez que achar que está com fome, beba um copo de água. Talvez por uma hora o corpo pare de te incomodar pedindo comida. Se depois desse tempo você sentir vontade de comer, isso significa que você deve se alimentar.

5. Mau hálito

A saliva tem muitos papéis importantes: evitar o acúmulo de bactérias, prevenir a cárie dentária e também reduzir o mau hálito. Para que isso ocorra, o corpo deve ter água suficiente. Se você não possui líquidos, a boca fica “pastosa” e é provável que a halitose seja bastante perceptível.

Por isso, quando você acorda de manhã, deve escovar os dentes com urgência! Você passou muitas horas sem beber e sem produzir saliva suficiente.

6. Constipação

Quando pensamos em beber água, relacionamos o ato com a vontade de urinar. No entanto, também devemos saber que esse fluido atua na produção e eliminação das fezes. Se não temos líquidos no corpo, é difícil para o intestino funcionar corretamente.

6 sinais indicadores de desidratação

Como evitar a desidratação

Agora que você já conhece os principais sintomas da desidratação, é hora de reduzi-la. Como? Com estes hábitos:

  • Beba dois litros de água por dia (podem ser sucos naturais ou chás de ervas como substitutos).
 
  • Leve uma garrafa de água para todo o lado (ou deixe-a à vista no trabalho).
  • Coma frutas e vegetais crus (eles têm uma boa quantidade de água).
  • Aumente a ingestão de líquidos quando praticar esportes ou quando as temperaturas estiverem altas.
  • Use roupas largas e de cores claras para não suar muito.

Dessa forma, será mais difícil sofrer os efeitos da desidratação. Como explicamos anteriormente, trata-se de uma questão fundamental para preservar o bom funcionamento do organismo.

  • Martínez Álvarez, J. R., Villarino Marín, A. L., Polanco Allué, I., Iglesias Rosado, C., Gil Gregorio, P., Ramos Cordero, P., … Legido Arce, J. C. (2008). Recomendaciones de bebida e hidratación para la población Española. Nutricion Clinica y Dietetica Hospitalaria.