Descanso e recuperação melhoram o desempenho esportivo

Se você deseja maximizar o seu desempenho esportivo, preste atenção ao descanso e à recuperação dentro do treinamento. Não exagere!
Descanso e recuperação melhoram o desempenho esportivo

Última atualização: 11 Abril, 2021

Descanso e recuperação são duas das palavras mais citadas no âmbito esportivo. Todo tipo de treinamento bem elaborado contém o componente de descanso. Inclusive, inúmeros especialistas no assunto consideram esses termos como “a pedra angular” para melhorar o desempenho esportivo.

Mas por que eles são tão importantes? Existem muitas dúvidas em torno dessas palavras. O desconhecimento é tão grande que muitas pessoas eliminam o descanso e a recuperação dos seus treinamentos, o que leva ao overtraining. Enquanto isso, outras pessoas abusam do descanso e, assim, a sua capacidade física fica estagnada.

Diante do exposto, devemos tentar entender o descanso e a recuperação dentro do esporte para alcançar um melhor desempenho. Vamos começar!

Descanso e recuperação física

As características mais importantes no treinamento esportivo são a execução adequada da técnica, a intensidade, o volume, a densidade, o descanso e a recuperação. Essas variáveis ​​devem ser incluídas no plano de treinamento para que o desempenho máximo possa ser atingido.

Embora todas sejam importantes, a seguir, vamos enfatizar o descanso e a recuperação física, levando em consideração a relação existente entre os dois.

O que é o descanso?

De maneira geral, o descanso é o período de tranquilidade entre e após os exercícios. Neste último caso, estamos nos referindo ao tempo entre sessões inteiras de treinamento.

O descanso deve ser realizado de forma ideal, já que durante o exercício físico os grupos musculares sofrem um desgaste considerável. A nível fisiológico, as fibras dos músculos trabalhados sofrem rupturas, que devem ser recuperadas.

O descanso varia de acordo com as capacidades físicas de cada pessoa, bem como do tipo de esporte que está sendo praticado. No entanto, ele sempre deve estar presente dentro do treinamento.

Descanso e recuperação para o máximo desempenho esportivo

Também existe algo conhecido como descanso ativo, recomendado pelos treinadores para os dias em que as sessões normais de exercícios não podem ser feitas. Este tipo de descanso serve para manter o metabolismo ativo enquanto os grupos musculares se recuperam. Ele consiste em fazer atividades de baixa intensidade.

O que é a recuperação?

Uma vez que o trabalho físico termina, começa  a recuperação. Nessa fase, o corpo restaura as reservas de energia e ocorre o processo de reparo no nível muscular. As fibras rompidas pelo exercício são reparadas e, para isso, o hormônio do crescimento desempenha um papel fundamental.

Esse processo também varia de acordo com as capacidades físicas e psicológicas do atleta. Geralmente, os atletas de elite costumam se recuperar mais rapidamente. No entanto, é necessário um período de tempo para que isso aconteça.

Desempenho esportivo: relação entre descanso e recuperação

O processo de recuperação fica dentro do descanso. Na recuperação, o corpo se recupera de todo o esforço feito durante a sessão de treinamento.

A nível fisiológico, as células musculares são responsáveis ​​por reparar as fibras rompidas pelo exercício, e também é restaurado o glicogênio intramuscular e hepático. Além disso, a concentração de sangue e ácido láctico nos músculos treinados também diminui. Finalmente, as reservas de oxigênio são totalmente reparadas, embora isso só aconteça após um tempo de descanso.

Diante do exposto, é possível entender a relação entre descanso e recuperação. Apesar disso, o processo de recuperação física e psicológica do corpo exige outros aspectos, tais como boa hidratação, alimentação balanceada, massagens e períodos de sono adequados.

Por fim, devemos considerar que o processo de reparação durante o descanso não influencia apenas os músculos treinados. Os tecidos moles, as articulações, os ligamentos e os tendões também obtêm muitos dos benefícios da interrupção temporária da atividade física, pois, caso contrário, eles sofreriam estresse e desgaste excessivos.

Descanso e recuperação para o máximo desempenho esportivo

Tempo de descanso e recuperação

Compreender os prazos estipulados com base em uma lei universal pode ser um erro grave. O processo de descanso e recuperação deve ser traçado em um plano de treinamento previamente elaborado por um profissional da área, a partir das capacidades físicas do atleta.

Dessa forma, o desempenho esportivo poderá apresentar melhorias. Portanto, é recomendável não tentar se adaptar aos ritmos de treinamento de outras pessoas, pois isso pode ser prejudicial para os resultados pretendidos.

Melhorar o desempenho esportivo: sempre consulte um profissional

Conforme mencionamos no início, muitos atletas sem conhecimento entram em planos de treinamento mal estruturados, que não possuem períodos de descanso adequados para o seu organismo.

Por isso, é sempre necessário consultar um profissional antes de iniciar a preparação para uma competição esportiva. Muito além da informação, é sempre aconselhável ter o apoio de um treinador e colocar todos os seus conhecimentos em prática.

Pode interessar a você...

O descanso é fundamental para aumentar a massa muscular
Fit PeopleLeia em Fit People
O descanso é fundamental para aumentar a massa muscular

Ao descansar ocorrem outros processos significativos para a hipertrofia. Por isso o descanso é fundamental se esse é seu objetivo.



  • Weineck, J. (2005). Entrenamiento total. In Editorial Paidotribo. https://doi.org/10.1017/CBO9781107415324.004
  • Weineck, J., Rica, C., Dávila, L., Jesús, A., En Termorregulación, A., García Manso, J. M., Navarro, M., & Ruíz, J. A. (1996). Bases teóricas del entrenamiento deportivo. Principios y aplicaciones. In Editorial Paidotribo. https://doi.org/10.1017/CBO9781107415324.004
  • Aranda, C. R. (2011). Principios básicos para el adecuado desarrollo de la condición física salud en los centros escolares de Andalucía. Wanceulen: Educación Física Digital.
  • Suay Lerma, F., Salvador López, A., & Ricarte, J. (1998). Indicadores psicológicos de sobreentrenamientos y agotamiento. Revista de Psicología Del Deporte.