A importância de uma boa saúde mental para os atletas

03 Novembro, 2020
A saúde mental no esporte é tão importante quanto a saúde física quando se busca melhorar o desempenho. Mas, apesar disso, é um aspecto que muitas vezes passa despercebido e não recebe a atenção que merece.

Ter uma boa saúde mental é algo fundamental para o bem-estar dos atletas. O aspecto psicológico complementa o físico, o técnico e o tático na visão global do rendimento esportivo.

Apesar disso, a saúde mental nem sempre recebe a importância que merece. Geralmente pensamos que ela não é tão importante quanto outros aspectos ou que os atletas são capazes de resolver seus problemas psicológicos sozinhos.

Nas últimas duas décadas, muitos esforços têm sido feitos para incluir psicólogos em equipes esportivas. No entanto, sua inclusão não é tão aceita quanto a de outros profissionais, como fisioterapeutas e preparadores físicos.

Falar sobre a saúde mental no esporte deve ser normalizado. Com isso, os atletas ficariam mais abertos a falar sobre suas experiências e relatar suas dificuldades psicológicas. Dessa forma, eles poderiam receber a atenção que precisam e trabalhar para solucionar os problemas antes que estes se tornem persistentes.

Por todos esses motivos, neste artigo vamos falar sobre a importância do fortalecimento da saúde mental para o atleta.

Uma boa saúde mental melhora a regulação de emoções negativas

As emoções são uma parte essencial e inseparável das pessoas. Tanto as emoções positivas como as negativas têm uma função especial em manter o equilíbrio entre uma pessoa e o ambiente ao seu redor.

Ser saudável mentalmente não significa apenas ter emoções positivas, mas sim sentir e validar todas elas, entendendo que são necessárias mesmo se forem desconfortáveis. Colocar uma venda de positividade sobre os olhos não promove a saúde mental, já que apenas nega a realidade.

Uma boa saúde mental melhora a regulação de emoções negativas

Validar as emoções é importante, mas também é importante querer mudar para se sentir melhor. A única maneira de mudar o humor negativo é agir diretamente contra ele: escrever, ouvir música, passear e buscar o apoio de outras pessoas são alguns exemplos.

Aumenta a autoestima e a autoconfiança

A autoestima e a autoconfiança estão relacionadas à maneira como nos percebemos, avaliamos e tratamos. Portanto, pode-se dizer que quanto mais saudável mentalmente o atleta é, melhor é a imagem que ele tem de si mesmo.

A relação entre a autoestima e a saúde mental tem sido amplamente estudada. De acordo com um estudo publicado na Revista de Psicologia e Ciências Afins (Revista de Psicología y Ciencias Afines), a autoestima está positivamente relacionada à saúde mental.

Mas não é só isso. Existe uma relação positiva entre a autoestima, a saúde mental e a felicidade pessoal. Atletas com uma boa saúde mental não apenas confiam mais em suas próprias habilidades, mas também aproveitam mais a vida e enfrentam desafios com otimismo e determinação.

Melhora a relação com o treinador e com os companheiros de equipe

Uma boa saúde mental não é apenas uma qualidade que ajuda o atleta a nível pessoal. Ela também beneficia sua vida social e o ajuda a fortalecer suas relações com outras pessoas.

Um atleta mentalmente saudável confia mais nas pessoas ao seu redor. Assim, ele não tem receio de dividir suas preocupações e buscar ajuda.

Além disso, a boa saúde mental está relacionada a uma maior assertividade, que é a capacidade de expressar seus sentimentos e desejos de uma forma empática e respeitosa.

Sobre isso, vale ressaltar que a relação entre a saúde mental e o relacionamento interpessoal é bidirecional. De acordo com um estudo realizado pela Universidade Autônoma de Barcelona, uma maior qualidade das relações sociais e uma forte rede de apoio é um benefício para a saúde mental.

Faz o atleta se concentrar no que realmente importa

Um dos problemas mais comuns para um atleta é a desconcentração durante as competições. A distração pode ser externa – o comportamento de seus rivais e do público ou o clima – mas, na maioria das vezes, é interna, causada por pensamentos e sentimentos.

Uma boa saúde mental é algo fundamental para o bem-estar do atleta

Uma saúde mental ruim é uma fonte constante de pensamentos negativos. Esses pensamentos podem ser tão intensos que o atleta não consegue se concentrar na competição, o que acaba prejudicando seu desempenho.

Quando o atleta trabalha para melhorar sua saúde mental, a intensidade e a frequência dos pensamentos negativos diminuem. Assim, é mais fácil para ele se concentrar no que é importante no jogo e eliminar dúvidas sobre si mesmo ou sobre o futuro.

A boa saúde mental é sinônimo de felicidade

A boa saúde mental não deve ser vista como um luxo que apenas atletas de elite podem ter. Qualquer pessoa tem o direito de ser psicologicamente saudável e de se sentir bem consigo mesma.

Trabalhar o aspecto mental não ajuda apenas a aumentar o desempenho e atingir objetivos, mas também faz com que você se sinta livre de preocupações desnecessárias. Para resumir este artigo em uma frase: ser saudável mentalmente significa ter uma melhor qualidade de vida e mais felicidade.

  • Fernández Peña, R. (2005). Redes sociales, apoyo social y salud. Perifèria: revista de recerca i formació en antropologia, (3).
  • Góngora, V. C., y Casullo, M. M. (2009). Factores protectores de la salud mental: Un estudio comparativo sobre valores, autoestima e inteligencia emocional en población clínica y población general. Interdisciplinaria, 26(2), 183-205.