Os 6 melhores circuitos de MotoGP do mundo

Os circuitos de MotoGP são fabulosos, não há dúvidas sobre isso. No entanto, há alguns que se destacam no calendário todos os anos. Por quê? Isso se deve principalmente devido à sua história, dificuldade e número de curvas.
Os 6 melhores circuitos de MotoGP do mundo

Última atualização: 29 Janeiro, 2021

O motociclismo é um esporte fascinante, sem dúvida. É por isso que, no artigo a seguir, selecionamos os melhores circuitos de MotoGP do mundo para que você não perca nenhum deles no próximo campeonato.

Quais são os melhores circuitos de MotoGP?

Ao fazer uma lista é comum que não possamos ser 100% objetivos. Afinal, ela depende de uma escolha que é muitas vezes baseada em gostos pessoais. No entanto, quando há uma votação ou quando os vencedores têm uma grande história, podemos ter mais certaza que eles merecem uma posição.

Por isso, vamos falar dos melhores circuitos de MotoGP do mundo pensando naquelas pistas onde a adrenalina e a velocidade são sempre protagonistas:

1) Assen

Não poderíamos começar uma lista com os melhores circuitos de MotoGP sem falar de um dos mais antigos e fabulosos. A pista fica localizada na Holanda e foi fundada em 1955 para receber o Grande Prêmio de Motociclismo. Por isso, para os fãs dos esportes motorizados, Assen é a “catedral” do Campeonato Mundial de MotoGP.

Costumava ter um comprimento de 7.705 metros, mas o mesmo foi reduzido várias vezes. Atualmente, o circuito tem 4.750 metros. Segundo os especialistas, Assen é uma pista muito técnica, com pouca margem de erro e bastante segura porque as curvas são inclinadas.

Os melhores circuitos de MotoGP: Assen

2. Losail

Do circuito mais antigo, vamos agora para um dos mais modernos e tecnológicos, inaugurado em 2004. O Circuito Internacional de Losail está localizado perto da cidade de Doha, Qatar. Ele é usado para campeonatos de motociclismo, motocross e automobilismo.

Losail tem uma extensão de 5 380 metros, 16 curvas – 10 para a direita e 6 para a esquerda — e uma largura máxima de 12 metros. Os últimos campeões de MotoGP nesse circuito são o italiano Andrea Dovizioso e os espanhóis Maverick Viñales e Jorge Lorenzo.

Os melhores circuitos de motoGP: Losail

3. Mugello

A Itália tem uma longa tradição no esportes automotivos, incluindo o MotoGP. O hipódromo internacional de Mugello, situado em Florença, é um exemplo. A pista foi criada em 1974 e tem um comprimento total de 5 245 metros e 15 curvas.

Mugello é palco de vários Grandes Prêmios. Além do Campeonato do Mundo de Motociclismo, acolhe o Grande Prêmio Italiano de Motociclismo, a Fórmula 2 Europeia, a Fórmula 3000 Internacional e o Campeonato do Mundo de Superbike, entre outros.

Mugello

4. Brno

O autódromo Brno é também um dos melhores circuitos de MotoGP do mundo. Ele está localizado na cidade checa de mesmo nome e tem uma área de 5.403 metros. O recorde para uma volta completa foi estabelecido pelo espanhol Jorge Lorenzo, que o fez em 2012 em 1:55.799.

No circuito de Brno — fundado em 1987 — houve muitas competições de renome, como a Fórmula 3 Euroseries, o Campeonato Mundial de Superbike, o Campeonato Mundial de Superbike, o Campeonato do FIA GT e, claro, o Campeonato Mundial de Motociclismo.

Circuitos de motoGP: Brno

5. Phillip Island, um dos circuitos de MotoGP mais coloridos

Quem disse que os circuitos de MotoGP não podem ser rodeados por paisagens idílicas? O circuito de Phillip Island é um exemplo claro de que essa combinação é incrível.

A pista está localizada na ilha Phillip de Victoria, Austrália. Apesar de nos anos 20 e 30 ter sido usado em corridas de velocidade de motociclismo, ele foi usado no MotoGP em 1989. O circuito de Phillip Island tem um percurso de 4.445 metros.

6. Sachsenring

Localizado em Sachsenring, na Saxónia, Alemanha, a pista tem uma forma bastante particular. Por isso, a destacamos como um dos melhores circuitos de MotoGP do mundo. A pista pode ser dividida em duas: um triângulo de 1.700 metros e um ômega de 2.100 metros. No total, tem 3.760 metros de comprimento.

Pista de Sachsering

O recorde para uma volta completa foi alcançado pelo espanhol Daniel Pedrosa, que registrou um tempo de 1:21.815 com sua Honda na temporada de 2006.

Outros circuitos de MotoGP

Quais são os outros circuitos de MotoGP de cada temporada?

O Twin Ring Motegi (Japão), o Circuito das Américas (Estados Unidos), o Circuito Internacional de Sepang (Malásia), Silverstone (Grã-Bretanha), Misano (San Marino), Red Bull Ring (Áustria), Chang International (Tailândia), Termas de Rio Hondo (Argentina) e Jerez, Aragón, Montmeló e Ricardo Tormo (Espanha).

Pode interessar a você...
Os pilotos espanhóis na categoria de MotoGP
Fit People
Leia em Fit People
Os pilotos espanhóis na categoria de MotoGP

Como de costume, os pilotos espanhóis são maioria no MotoGP. Mais um ano que o país é o que mais contribuiu na máxima categoria do motociclismo



  • Bedolla, J., Cabanas, J., Santelli, J., Sabra, J., Ziebell, C., & Olvey, S. (2014). Epidemiology of accident types and injuries in elite motorcycle racing. Academic Emergency Medicine.
  • Calendario 2019.  Motogp.com. http://www.motogp.com/es/calendar