Você conhece a história da Copa Intercontinental?

A Copa Intercontinental é a antecessora da Copa do Mundo de Clubes. Em sua história, houve muitas alterações de formato, além de vários campeões.
Você conhece a história da Copa Intercontinental?

Última atualização: 21 Março, 2021

Atualmente ela é conhecida como Copa do Mundo de Clubes, mas começou como Copa Intercontinental. Como o nome indica, é o troféu que a melhor equipe internacional do ano recebe. Falaremos mais sobre isso no artigo a seguir.

Início da Copa Intercontinental

Para aprender sobre a Copa Intercontinental e seu início, precisamos voltar aos anos sessenta e agradecer a um dirigente francês chamado Henri Delaunay. Esse homem queria organizar um torneio para determinar quem era o melhor time do mundo. Quem se enfrentaria? O campeão europeu e o campeão americano.

No primeiro caso, não houve problema, porque a Copa dos Campeões da Europa já era disputada — desde 1955 —, mas isso não acontecia no continente americano. Foi assim que a Conmebol criou uma competição chamada Copa dos Campeões da América.

Na primeira edição da Copa Intercontinental, o campeão europeu (Real Madrid) e o sulamericano (Peñarol do Uruguai) se enfrentaram. A forma de competição naquela época era a seguinte: dois jogos disputados nos estádios dos dois campeões.

Em 1960, o primeiro encontro foi em Montevidéu — empate em zero a zero — e o segundo em Madri, no qual o time local venceu por 5 a 1 e se tornou o primeiro campeão intercontinental.

O retorno uruguaio

A equipe uruguaia se vingou na temporada seguinte, quando derrotou o Benfica de Portugal e levantou a taça. Nos anos sessenta, houve outros campeões: Santos (Brasil), Inter (Itália), Racing (Argentina), entre outros.

Os anos setenta foram um pouco “conturbados” para a Copa Intercontinental, já que duas edições — 1975 e 1978 — não foram disputadas porque as equipes não concordaram com as datas. Naquela década, algumas equipes vencedoras foram Independiente e Boca, da Argentina, Atlético de Madrid e Bayern de Munique, da Alemanha.

A Copa Intercontinental colocava em confronto as melhores equipes do mundo.
Manchester United, campeão em 1996. Imagem: Mirror.co.uk

A história da Copa Intercontinental mudou bastante nos anos 80, quando foi decidido que apenas uma partida seria disputada em campo neutro, no Estádio Olímpico Nacional de Tóquio. Até a edição de 2001, o jogo ocorreu nesse estádio. Além disso, a partir desse ano, a empresa Toyota foi a promotora do torneio até sua última edição.

Nos últimos três anos da Copa Intercontinental, o local mudou para o Estádio Internacional de Yokohama. Em 2004, o campeão foi o Porto, de Portugal, que venceu o Once Caldas, da Colômbia, nos pênaltis.

De 1960 a 2004, houve 25 campeões intercontinentais diferentes, incluindo nove da Argentina, sete da Itália, seis do Brasil e seis do Uruguai. As equipes de maior sucesso, com três títulos cada, são Milan, Peñarol, Real Madrid, Boca Juniors e Nacional de Montevidéu.

Mudança de nome do torneio

A partir de 2005, a Copa Intercontinental deixou de ser disputada, porque ela se fundiu com o Campeonato Mundial de Clubes da FIFA, em desenvolvimento desde 2000.

Neste torneio participam os vencedores das principais ligas internacionais das seis confederações endossadas pela FIFA, isto é, UEFA, Conmebol, Concacaf, AFC, CAF e OFC.

Em 2017, a Copa Intercontinental foi reconhecida como a antecessora direta da Copa do Mundo de Clubes. Então, as equipes que foram campeãs adicionaram os títulos obtidos entre 1960 e 2004.

Isso “beneficiou”, por exemplo, o Real Madrid, que tinha três copas intercontinentais e venceu quatro Copas do Mundo de Clubes (2014, 2016, 2017 e 2018). Agora, a equipe é o time com mais campeonatos internacionais (7).

A Copa Intercontinental foi posteriormente substituída pela Copa do Mundo de Clubes.
Liverpool, o último campeão da Copa do Mundo de Clubes. Imagem: FIFA

Um título para o A.C. também foi adicionado a esta lista. O Milan, da Itália, adicionou o de 2007 aos três que já tinha da Copa Intercontinental (1969, 1989 e 1990). E, o Barcelona, ​​que não figurava na lista de campeões da copa antiga, está atualmente entre os principais vencedores, com três troféus dos títulos de 2009, 2011 e 2015 .

Mais história da Copa Intercontinental

Equipes muito importantes não voltaram a aparecer, como Peñarol, do Uruguai (três títulos: 1961, 1966 e 1982), Boca Juniors da Argentina (1977, 2000 e 2003) e Nacional do Uruguai (1971, 1980 e 1988).

No ranking de equipes com três títulos internacionais, devemos acrescentar Inter, da Itália, (1964, 1965 e 2010), Bayern de Munique, da Alemanha, (1976, 2001 e 2013), e São Paulo, do Brasil, (1992, 1993 e 2005).

Além disso, devido à fusão, o país com mais títulos é a Espanha (11), seguida pelo Brasil (10). A Argentina ainda possui nove conquistas – mas, desde que a Copa do Mundo de Clubes foi formada, nenhuma de suas equipes foi coroada campeã.

Imagem da capa cortesia do Twitter @HomeFCB.

Pode interessar a você...
Copa Libertadores da América: o que você precisa saber
Fit PeopleLeia em Fit People
Copa Libertadores da América: o que você precisa saber

A Copa Libertadores da América é o torneio mais importante do continente, uma vez que ele reúne as melhores equipes de cada campeonato nacional.