Os primeiros fundamentos do futebol

Qual seria a primeira coisa que você faria se tivesse que treinar crianças de quatro a seis anos? Vamos deixar aqui os conceitos-chave para uma boa intervenção nesta etapa tão importante de suas vidas.
Os primeiros fundamentos do futebol

Última atualização: 26 Abril, 2021

Os primeiros fundamentos do futebol são os aspectos transcendentais para treinar um time de base. É muito comum as crianças começarem a praticar esse esporte em um clube, desde os quatro até os seis anos de idade. Portanto, esses fundamentos são projetados para as crianças que estão dando os primeiros passos no futebol.

Há uma crença de que, para treinar crianças tão pequenas, basta dar uma bola para elas e pedir que saiam correndo. Felizmente, trabalhar com a base de um clube ou instituição é algo muito mais complexo.

Este trabalho requer atenção especial para os aspectos emocionais e de desenvolvimento da criança, e também exige a consolidação de fundamentos básicos do futebol, que serão essenciais no futuro.

Quais são os primeiros fundamentos do futebol?

Primeiramente, ao trabalhar com crianças tão pequenas, o contato com a bola e a capacidade de identificar o trabalho em equipe são essenciais. Quando conseguimos que uma criança de cinco anos olhe para cima e passe a bola para um colega em uma posição melhor, isso significa que um bom trabalho está sendo feito.

Finalmente, podemos destacar os seguintes fundamentos entre os mais importantes nesta fase:

  • Iniciativa: esse fundamento é essencial e representa a base de todos os outros. Consiste na iniciativa da criança de procurar a bola, de querer participar do jogo.
  • Contato: os primeiros contatos com a bola geralmente são um pouco difíceis; será tarefa do técnico incutir a maneira correta de controlá-la.
  • Passes: os passes são um aspecto fundamental do futebol. Para essas crianças tão pequenas, o importante é ressaltar a necessidade de compartilhar a bola por meio dessa ação.
  • Posicionamento: as crianças pequenas geralmente correm apenas atrás da bola, todas elas querem a bola e, assim, esperar por ela em um local fixo não parece ser uma recompensa suficiente.
  • Jogo: esta é uma idade crucial para incutir o aspecto lúdico do futebol. As crianças devem se divertir jogando.
  • Segurança: o esporte infantil deve ser praticado em condições seguras. Para que uma criança possa executar qualquer movimento corretamente, ela deve primeiramente se sentir segura.
Os primeiros fundamentos do futebol

Como abordar um grupo de quatro a seis anos?

Treinar crianças tão pequenas é uma tarefa que requer muita paciência. É necessário entender que muitas delas acabaram de começar a ir para a escola e, portanto, estão apenas começando a incorporar muitas normas sociais.

Os primeiros treinos geralmente são desorganizados e é difícil mantê-las focadas em uma tarefa. Primeiramente, é necessário incorporar a ideia de que o objetivo do treinador não é transformá-las em jogadores de futebol, mas sim ensinar, educar e acompanhar.

As principais estratégias que podem ser usadas durante os treinos são as seguintes:

  • Estabeleça regras claras: o treinador deve ser uma figura de referência que as crianças respeitem e sigam. Isso não é conseguido gritando ou simplesmente punindo, mas sim estabelecendo regras claras juntamente com reforços positivos.
  • Exercícios com um grande componente lúdico: se quisermos ensinar passes, condução e chutes, precisamos fazer isso de uma maneira que capte a atenção das crianças ao máximo.
  • Evitar exercícios repetitivos e longos: os exercícios de condução ou os passes excessivos e monótonos não são motivadores para uma criança de cinco anos. O objetivo do treinamento não é aperfeiçoar os aspectos técnicos, mas sim ensiná-los.
  • Planejamento: os treinos devem ser planejados. Isso significa que os fundamentos que serão trabalhados a cada semana devem ser estipulados com antecedência.

Fundamentos do futebol: desenvolvimento biológico, psicológico e social

Ensinar os fundamentos básicos do futebol requer conhecimento por parte do treinador das habilidades motoras e psicológicas dos seus comandados. O futebol é o esporte mais popular e muitas crianças já conhecem muitos de seus fundamentos, mas isso não significa que elas tenham a capacidade ou o desenvolvimento cognitivo, visuoespacial e motor para executá-los.

Por exemplo, nessa idade, a lateralização ainda não está totalmente definida, por isso é importante ensinar como executar os movimentos com ambas as pernas ou braços. Além disso, este é um período no qual a plasticidade cerebral é muito ampla, por isso é essencial usar o princípio da progressividade em cada exercício.

O que é a progressividade?

É inútil esperar que um menino de cinco anos chute a bola corretamente se nunca tivermos ensinado como fazer isso. Assim, para fazer isso, é necessário começar com os menores detalhes:

  • Colocação: como posicionar o pé, com qual parte bater e porque é melhor fazer isso dessa forma.
  • Movimentos: onde colocar a perna de apoio, qual o caminho que a perna que bate deve fazer e onde a bola deve bater.
  • Automatização: esta etapa consiste na repetição automática das etapas anteriores. Uma vez que este passo seja alcançado, podemos avançar de nível. Por exemplo: quando a criança já souber chutar, podemos ensiná-la a olhar para cima e dar uma direção para a bola.
Os primeiros fundamentos do futebol

  • Instrumentos: conforme mencionado acima, é necessário que a criança se sinta segura ao entrar em contato com a bola. Por exemplo: não podemos esperar que isso aconteça se estivermos usando uma bola muito pesada ou grande. A progressividade seria aplicada ao começar com uma bola extremamente leve e ir subindo de nível conforme a criança passar a executar os movimentos corretamente.
  • Supervisionar: o treinador sempre deve ser a referência, prestando especial atenção a esses detalhes. No início, é importante acompanhar os movimentos e procurar fazer com que as crianças nos imitem.

Emoções e funcionamento coletivo

Embora seja importante promover a parte técnica através do jogo, não podemos perder o foco. O principal objetivo de um treinador infantil é que as crianças aprendam a apreciar o esporte, as competições e as experiências em grupo. Os exercícios devem ter um forte componente coletivo, pois este é o começo do cultivo do trabalho em equipe no campo de jogo.

Treinar significa participar ativamente da vida das crianças e, principalmente, das suas primeiras experiências no futebol, que serão decisivas. Para isso, um treinador deve preservar a saúde, a integridade, a alegria e a motivação das crianças.

Os aspectos competitivos não são deixados de lado, embora o objetivo não possa ser simplesmente vencer, mas sim se divertir com o esporte, para que a vitória seja sinônimo de alegria e a derrota leve a um aprendizado.

Pode interessar a você...
As 10 melhores dicas para treinar crianças
Fit PeopleLeia em Fit People
As 10 melhores dicas para treinar crianças

Treinar crianças requer um conjunto de regras e códigos claros. No âmbito esportivo, um treinador também é um educador e por isso deve agir como ta...



  • García-Angulo, A.; García-Angulo, F; J., Torres-Luque; G., & Ortega-Toro, E. (2019). Applying the new teaching methodologies in youth football players: Toward a healthier sport. Frontiers in Physiology, 10(FEB). https://doi.org/10.3389/fphys.2019.00121
  • Gjesdal, S., Haug, E. M., & Ommundsen, Y. (2019). A Conditional Process Analysis of the Coach-Created Mastery Climate, Task Goal Orientation, and Competence Satisfaction in Youth Soccer: The Moderating Role of Controlling Coach Behavior. Journal of Applied Sport Psychology, 31(2), 203-217. https://doi.org/10.1080/10413200.2017.1413690
  • Gjesdal, S., Wold, B., & Ommundsen, Y. (2019). Promoting additional activity in youth soccer: A half-longitudinal study on the influence of autonomy-supportive coaching and basic psychological need satisfaction. Journal of Sports Sciences, 37(3), 268-276. https://doi.org/10.1080/02640414.2018.1495394
  • John, C., Rahlf, A. L., Hamacher, D., & Zech, A. (2019). Influence of biological maturity on static and dynamic postural control among male youth soccer players. Gait & Posture, 68, 18-22. https://doi.org/10.1016/j.gaitpost.2018.10.036
  • Polevoy, G. (2019). Unison of movements in football players with different nervous systems. Revista da Associacao Medica Brasileira, 65(2), 211-215. https://doi.org/10.1590/1806-9282.65.2.211
  • Trecroci, A., Cavaggioni, L., Lastella, M., Broggi, M., Perri, E., Iaia, F. M., & Alberti, G. (2018). Effects of traditional balance and slackline training on physical performance and perceived enjoyment in young soccer players. Research in Sports Medicine, 26(4), 450-461. https://doi.org/10.1080/15438627.2018.1492392