Eres Deportista
 

4 exercícios para aumentar a flexibilidade

Concentre-se nas suas capacidades físicas, procure mantê-las em boas condições e melhorá-las de forma saudável. Lembre-se de que a flexibilidade é uma delas e também pode ser trabalhada.
4 exercícios para aumentar a flexibilidade

As capacidades físicas básicas são determinadas pela genética de cada pessoa. Elas influenciam as funções motoras e permitem realizar qualquer tipo de atividade diária. No entanto, também podem ser trabalhadas e melhoradas. Por exemplo, é possível aumentar a flexibilidade por meio de exercícios específicos.

Enfatizamos a flexibilidade porque ela se distingue como uma das capacidades físicas que começa a declinar em idade precoce, ao contrário de outras, como a força ou a resistência. Porém, existe a possibilidade de trabalhá-la mesmo depois dos 18 anos. Convidamos você a conhecer como você pode aumentar a sua flexibilidade.

Treino para aumentar a flexibilidade

A flexibilidade é uma capacidade física inteiramente ligada às articulações e grupos musculares. Sem a existência de pontos articulares, nenhum segmento poderia fazer qualquer movimento.

A flexibilidade trabalha em conjunto com a mobilidade articular e o alongamento muscular. São eles que favorecem a capacidade física de flexionar qualquer parte do corpo e, apesar de possuírem características involutivas, podem ser trabalhados ao longo de toda a vida.

Para aumentar a flexibilidade, existem diferentes métodos de treinamento, entre os quais se destacam exercícios como os que vamos mostrar a seguir.

1. Alongamento da região anterior da coxa

Nesta região está o quadrícepsum dos maiores grupos musculares do corpo. A ideia é alongá-lo de forma oportuna para aumentar a flexibilidade.

Exercícios para aumentar a flexibilidade

Para isso, você deve se deitar de bruços e flexionar a perna da coxa que vai ser alongada sem tirá-la do chão. Então, segure o pé da perna flexionada e exerça força em direção ao glúteo.

A posição deve ser mantido durante pelo menos 20 segundos. Depois de terminar, faça o mesmo com a outra perna durante o mesmo período de tempo.

2. Alongamento da região posterior da coxa

Para aumentar a flexibilidade de diferentes segmentos corporais, você deve equiparar as cargas. Portanto, se você alongar a parte anterior da coxa, também deverá alongar a posterior e os abdutores.

Você pode fazer isso se sentando no chão com as pernas totalmente estendidas e ligeiramente afastadas uma da outra. A partir de então, tente usar cada mão para tocar a ponta do pé correspondente. Mantenha essa posição durante cerca de 20 segundos.

Alongamento para aumentar a flexibilidade

Outra forma de alongar os músculos da parte posterior da coxa e os abdutores é por meio de uma posição semelhante à mostrada acima. No entanto, neste caso, apenas a perna a ser alongada fica estendida, enquanto a outra deve ser flexionada, permanecendo de forma passiva.

3. Exercício para a lombar

A região lombar é uma das áreas mais afetadas tanto pelo sedentarismo quanto pelo excesso de atividade física. Isso ocorre por causa da falta de condicionamento físico, do qual a flexibilidade também faz parte.

Para aumentar essa capacidade física, você precisa alongar a área regularmente. Este exercício pode ser feito a partir da posição de barriga para cima.

Alongamento de glúteo

Uma vez deitado, leve uma perna flexionada em direção ao tronco. Então, com as duas mãos localizadas na altura do joelho, use a força para tentar trazê-la em direção ao peito. Faça esse alongamento durante cerca de 20 segundos. Quando terminar, faça o mesmo movimento com a perna oposta.

4. Alongamento do tronco

Além dos segmentos corporais mencionados acima, também é importante aumentar a flexibilidade dos grupos musculares presentes no tronco. Existe um exercício muito útil usado regularmente no Yoga, chamado de ponte.

Exercício para glúteo

A posição inicial consiste em se deitar de barriga para cima. A partir dessa posição, é preciso apoiar as solas de ambos os pés, enquanto os quadris devem ser elevados.

Recomenda-se o apoio sobre ambos os braços para uma melhor sustentação. Esse movimento permite alongar todos os músculos da região posterior das costas, bem como os do pescoço e ombros.

A importância de aumentar a flexibilidade

Tudo o que foi discutido anteriormente não se refere apenas a se alongar depois de uma sessão de exercícios, a ideia é incluir um treino completo voltado para aumentar a flexibilidade no dia a dia.

Além disso, é aconselhável melhorar a alimentação e consumir produtos com diferentes nutrientes que favoreçam essa capacidade. Para saber mais sobre o assunto, aconselhamos consultar um nutricionista.

Por fim, lembre-se de que o aumento do tempo durante cada alongamento depende da sua capacidade física. Tente não forçar excessivamente o músculo para evitar lesões.

Como alongar as costas: cuide bem da sua coluna!

Como alongar as costas: cuide bem da sua coluna!

Recomendamos os seguintes exercícios para alongar as costas. Eles são úteis se houver dor ou se você tiver problemas crônicos.



  • De Haan, J., & Friesen, P. K. (2016). Flexibilidad. In Journal of Christian nursing : a quarterly publication of Nurses Christian Fellowship. https://doi.org/10.1097/cnj.0000000000000263
  • Blum, B. (1998). Los estiramientos. In MéTodos Actuales De Stretching. Desarrollan La Flexibilidad Y Elasticidad. Mejoran La Salud Y El Rendimiento. Alivian Los Dolores Articulares Y Evitan Las Lesiones.