Como começar a praticar o ciclismo de montanha?

Começar a praticar o ciclismo de montanha é uma grande aventura. Com o tempo, você certamente vai se apaixonar por essa modalidade e ela vai se transformar no seu estilo de vida.
Como começar a praticar o ciclismo de montanha?

Última atualização: 27 novembro, 2020

Cada vez mais pessoas estão optando por começar a praticar o ciclismo de montanha como esporte e estilo de vida. Afinal, andar de bicicleta e sair para pedalar no meio da natureza faz bem tanto para o corpo quanto para a mente.

Não é necessário ser profissional nem se preparar para a Volta a Espanha… Basta querer sair para relaxar um pouco e aproveitar os benefícios das atividades ao ar livre. Ouse dar os primeiros passos — ou as primeiras pedaladas— e comece a praticar o ciclismo de montanha.

Dicas para começar a praticar o ciclismo de montanha

Para praticar o ciclismo de montanha, assim como acontece com o ciclismo de estrada, é necessário passar por um período de adaptação e treinamento, pelo menos de forma básica. Assim, o desempenho sobre rodas será melhor e a corpo não vai padecer desde o primeiro dia.

Portanto, a primeira dica para começar neste belo caminho do ciclismo ao ar livre é ir devagar. Não estamos nos referindo à velocidade que você possa atingir com a bicicleta, mas sim a não tentar fazer 200 quilômetros no primeiro dia.

Além desse princípio elementar, estas são algumas outras recomendações para começar a praticar o ciclismo de montanha sem desistir logo de cara:

1. Escolher a bicicleta certa

Em primeiro lugar, e mais importante, é preciso ter um veículo que esteja de acordo com as suas necessidades e, sem dúvida, com o seu orçamento. No mercado, existem modelos baratos e outros que talvez à primeira vista possam te parecer caros demais.

Pense em quanto você está disposto a pagar por uma mountain  bike (MTB, na sigla em inglês). Você pode começar com um modelo acessível e depois mudar para um mais profissional.

Entre os estilos de mountain bike, temos as cross-country (leves e eficientes), as all-mountain (para qualquer terreno), as downhill (para conseguir boa velocidade), as dirt jump (se quiser dar grandes saltos) e as freeride (para fazer manobras).

começar a praticar o ciclismo de montanha

2. Equipe-se!

A princípio, talvez você pense que, para começar a praticar o ciclismo de montanha, você precisará de muito dinheiro para comprar equipamentos. Você logo vai perceber que é necessário contar com elementos que possam te proteger de possíveis acidentes.

Escolha um capacete homologado – ou seja, permitido – que se ajuste bem à sua cabeça e, se possível, tenha grades de ventilação – você vai agradecer quando começar a suar. Os óculos de sol também são imprescindíveis, não só para te proteger dos raios ultravioleta, como também da poeira, dos insetos e do vento.

Em relação às roupas, as bermudas acolchoadas proporcionam conforto e as jaquetas impermeáveis ​​são importantes porque as mudanças climáticas estarão na ordem do dia.

Se você quiser pedalar à noite, escolha uma camiseta refletiva. Você também pode adicionar luvas para evitar bolhas e joelheiras e cotoveleiras para se proteger em caso de quedas.

3. Sair para pedalar

Você já tem tudo de que precisa para começar a praticar o ciclismo de montanha… Agora, então, é hora do batismo de fogo! Mas isso não significa que o seu primeiro percurso será uma estrada com subidas e descidas de 20 quilômetros.

Recomenda-se sair para pedalar de duas a quatro vezes por semana e que as sessões sejam de no mínimo 30 minutos e no máximo de uma hora. Dessa forma, o seu corpo poderá ir se adaptando e você terá cada vez mais resistência. Nesse ritmo, em seis semanas, você já poderá aumentar o tempo ou a distância dos treinos.

4. Não saia sozinho

Esta é uma das máximas do ciclismo de estrada, especialmente para os iniciantes. Encontre um grupo na sua cidade que saia para pedalar várias vezes por semana e junte-se a ele.

começar a praticar o ciclismo de montanha

Pedalar com companhia é uma das melhores formas de potencializar o rendimento e, ao mesmo tempo, isso também será útil no caso de um inconveniente surgir no caminho.

5. Beber água

Não importa se você decidir sair no meio do inverno ou se você acha que beber água vai fazer você precisar parar o tempo todo para urinar… é fundamental que você se hidrate. Você deve consumir pequenos goles de água com frequência, para evitar cãibras e reduzir a fadiga muscular.

Além disso, como combustível durante o percurso, você pode consumir uma barra de cereal. Isso é necessário para que você possa seguir adiante!

Por fim, se você pretende começar a praticar o ciclismo de montanha, recomendamos que você escolha percursos fáceis, com trilhas planas, poucas curvas e sem descidas íngremes. Quando tiver mais experiência, você poderá procurar percursos mais complicados e cheios de adrenalina.

Pode interessar a você...
Importância do trabalho de força para o ciclismo
Fit People
Leia em Fit People
Importância do trabalho de força para o ciclismo

O ciclismo é um esporte no qual a resistência é a habilidade fundamental, mas também devemos trabalhar força se praticamos ciclismo.