Os benefícios da glutamina para os atletas

10 Setembro, 2020
A glutamina pode ter muitos benefícios para atletas, incluindo a redução do risco de infecções respiratórias. Saiba mais sobre esse suplemento neste artigo.
 

A glutamina é um aminoácido não essencial e, há algum tempo, as pessoas têm especulado se ela pode melhorar o tempo de recuperação do atleta.

Neste artigo, vamos falar sobre os possíveis usos da glutamina e as evidências científicas atuais sobre o tema. No entanto, em geral, parece que seus benefícios foram superestimados, pois estão longe do que foi afirmado no passado.

A glutamina não melhora a recuperação

Uma revisão publicada em 2019 analisou estudos que relacionam a suplementação com glutamina e a recuperação muscular. Embora a glutamina pareça melhorar a síntese de glicogênio pós-exercício, não há evidências de que melhore o desempenho físico ou reduza o risco de lesões.

Sim, existem alguns estudos que afirmam que a glutamina pode melhorar a recuperação muscular. No entanto, isso está associado a uma diminuição da inflamação, e os resultados não são conclusivos o suficiente para recomendar seu uso de forma sistemática para atletas.

A glutamina possui algum benefício para atletas?

Embora não melhore diretamente o desempenho, seus efeitos ainda podem ser positivos de uma maneira mais indireta. Isso porque a glutamina pode beneficiar o sistema imunológico e melhorar a permeabilidade intestinal.

Inclusive, a glutamina é usada rotineiramente na prática clínica, especialmente no ambiente hospitalar pós-operatório. Especialistas afirmam ela pode reduzir o número de infecções respiratórias sofridas por atletas todos os anos.

Isso se traduz em menos dias de licença médica e mais treinamento. Portanto, isso pode ter um efeito positivo no desempenho.

 
A glutamina possui algum benefício para atletas?

A glutamina é anticatabólica?

Este aminoácido também foi associado à capacidade de reduzir o catabolismo muscular quando em uma dieta hipocalórica. Infelizmente, não existem ensaios clínicos para apoiar essa afirmação e recomendar a substância para essa finalidade.

No entanto, existem alguns suplementos que podem atender a esses objetivos. O HMB, em particular, pode modular positivamente a composição corporal, mesmo com um deficit calórico. Além disso, pode ter resultados positivos no desempenho aeróbico e anaeróbico.

Devo tomar esse suplemento?

O consumo regular desse suplemento é fundamentalmente orientado a contextos clínicos. Para atletas, ele poderia ser benéfico somente para indivíduos imunossuprimidos ou com tendência a contrair infecções respiratórias. Também poderia ser benéfico para pessoas com alterações na permeabilidade intestinal.

No entanto, devido à sua capacidade de aumentar a síntese de glicogênio, a glutamina pode trazer benefícios para atletas ainda não conhecidos. Embora não existam ensaios que relacionem o consumo desse aminoácido com a redução do risco de lesão muscular, maximizar a reposição dos estoques de glicogênio pode ser benéfico.

 

De qualquer forma, a maioria dos suplementos de recuperação contém altas doses de glutamina. Portanto, se você toma esses suplementos, provavelmente já está recebendo bastante glutamina.

Por esse motivo, não se recomenda, a priori, um reforço na sua ingestão. Ingerir proteínas e carboidratos após o treino deve ser suficiente para ajudar seu corpo a se recuperar. 

Conclusão

A glutamina foi associada a certos efeitos potenciais que não foram comprovadas pela ciência. No entanto, felizmente existem outras substâncias no mercado que são capazes de suprir essas necessidades.

Saiba sobre os possíveis usos da glutamina e as evidências científicas atuais sobre eles

No entanto, esse aminoácido tem importantes aplicações médicas graças à sua capacidade de modular a função imunológica, a inflamação e a permeabilidade intestinal. Alguns pacientes normalmente o consomem após operações.

Apesar disso, o uso desse suplemento não é recomendado para atletas, exceto em casos muito específicos. Como a maioria dos suplementos de recuperação já contém glutamina, não há necessidade em se preocupar e aumentar sua dose. 

Lembre-se de que a base do bom desempenho esportivo está na alimentação correta e no treino adequado. Sempre que você tiver dúvidas sobre um suplemento, a melhor opção é procurar um profissional que possa orientá-lo.

 
  • Coqueiro AY., Rogero MM., Tirapegui J., Glutamine as an anti-fatigue amino acid in sports nutrition. Nutrients, 2019.
  • Nava RC., Zuhl MN., Moriarty TA., Amorim FT., Bourbeau KC., et al., The effect of acute glutamine supplementation on markers of inflammation and fatigue during consecutive days of simulated wildland firefighting. J Occup Environ Med, 2019. 61 (2): 33-42.
  • Cruzat V., Macedo Rogero M., Noel Keane K., Curi R., Newsholme P., Glutamine: metabolism and immune function, supplementation and clinical translation. Nutrients, 2018.