Você sabe o que foi o calciopoli?

O calciopoli foi um escândalo de manipulação de resultados por algumas equipes importantes da Itália, junto a um grupo de árbitros. Conheça todos os detalhes sobre esse fato histórico.
Você sabe o que foi o calciopoli?

Última atualização: 07 Março, 2021

Em 2004, a série A de futebol italiana virou assunto mundial, e não exatamente por causa de um campeão ou por causa das jogadas de seus times. Na verdade, tudo estava relacionado a um escândalo conhecido como calciopoli. Neste artigo, explicaremos o que aconteceu e quais clubes foram afetados nesse episódio.

Início do calciopoli

Para falar sobre o início desse escândalo, precisamos voltar no tempo para a temporada 2004-2005 do campeonato italiano da Série A. Por meio de interceptações telefônicas, descobriu-se que algumas equipes “grandes" conspiravam para terem vantagens nos jogos.

Como foi? Eles nomeavam árbitros que os favoreciam em jogos importantes da liga e, portanto, influenciavam diretamente nos resultados.

Os fiscais da agência de futebol italiana, GEA World, investigaram e decodificaram conversas por telefone. Essas conversas foram publicadas posteriormente em jornais italianos — não apenas em jornais esportivos — sob o nome de calciopoli.

Os CEOs da Juventus, Luciano Moggi e Antonio Giraudo, conversaram pessoalmente com as autoridades do futebol para influenciar a nomeação dos árbitros. Após a denúncia ao juiz criminal da cidade de Turim — sede da Vecchia Signora — foram registradas todas as ligações telefônicas de Moggi e Giraudo.

Em uma dessas comunicações, o árbitro principal da Federação Italiana de Futebol, Pierluigi Pairetto, foi convidado a nomear árbitros “favoráveis" ao time Juventus. Eles nomeiam algumas sugestões que poderiam apoiar discretamente a equipe. Ou seja, mudar o curso das partidas que tivessem um impacto direto para o time de Turim.

As investigações saíram dos “muros" da Juventus depois que se descobriu que Pairetto estava em comunicação com os gerentes de outras equipes com o mesmo objetivo: fornecer a eles árbitros simpáticos. Estamos falando de clubes de renome na Itália e em todo o mundo, como AC Milan, Fiorentina e Lazio.

O calciopoli foi um escândalo envolvendo clubes e árbitros da Itália.

As sanções contra as equipes durante o calciopoli

Embora, a princípio, essa investigação tenha permanecido no mundo do esporte, quando as informações foram vazadas para os jornais locais, incluindo o prestigiado Corriere della Sera, os juízes reabriram o caso e deram “permissão" para a Federação Italiana de Futebol determinar, em primeira instância, a culpa dos réus.

Em 4 de julho de 2006, as primeiras sanções foram anunciadas para o caso popularmente chamado de Calciopoli.

Juventus

Foram confiscados seus dois últimos scudettos: os de 2004-2005 e 2005-2006. Além disso, 30 pontos foram descontados e isso levou a equipe a descer para a Série B. Além disso, a equipe de Turim teve que pagar uma multa de 120.000 euros.

AC Milan

Não foi autorizado a jogar a Liga dos Campeões da temporada 2006-2007 a partir da fase de grupos, tendo que participar das prévias. O curioso é que o Milan se classificou e venceu o torneio. Quanto à retirada de pontos, foram subtraídos 15 no campeonato local e o clube teve que pagar uma multa de 100.000 euros.

Fiorentina

Com 12 pontos deduzidos, a equipe de Florença caiu para a Série B. Por sua vez, teve que pagar uma multa de 100.000 euros.

Lazio

Essa equipe foi multada em 100.000 euros e teve 30 pontos deduzidos.

Sanções individuais

Devido ao escândalo de calciopoli, também foram aplicadas sanções individuais contra os líderes esportivos das equipes envolvidas. Por exemplo, o presidente da Lazio levou uma suspensão de quatro meses e o administrador delegado da Juventus, cinco anos.

O árbitro Massimo De Santis foi proibido de apitar por quatro anos, enquanto o presidente da Federação Italiana de Futebol foi multado em 80.000 euros.

A Juventus é um dos gigantes do futebol que teve que descer.
Imagem: la10.rpp.pe

Repercussões do calciopoli no futebol italiano

Além da descida das equipes para a Série B, uma das consequências desse escândalo foi a mudança nos títulos de campeões. Para a temporada 2004-2005, vencida inicialmente pela Juventus, o scudetto ficou vago.

Quanto à temporada 2005-2006, a Inter de Milão foi premiada, enquanto o segundo lugar foi para a Roma. Os lugares para a rodada seguinte da Liga dos Campeões 2006-2007 foram concedidos a Palermo e Chievo Verona.

Por fim, vale destacar que a equipe mais devastada pelo calciopoli foi a Juventus. Ao jogar na Série B, sua renda foi reduzida e muitas de suas estrelas — como Ibrahimovic, Cannavaro e Zambrotta — migraram para outros clubes. De qualquer forma, o clube de Turim retornou à Série A em 2007 com Buffón, Trezeguet, Del Piero, Camoranesi e Nedved.

Pode interessar a você...
A luta contra a corrupção no mundo do esporte
Fit PeopleLeia em Fit People
A luta contra a corrupção no mundo do esporte

Segundo as estatísticas, não são poucos os casos de corrupção no mundo do esporte. Veja algumas medidas que foram tomadas.