Como lidar com um fracasso pessoal?

18 Novembro, 2020
Todos os atletas passam por situações decepcionantes ao longo de suas carreiras que podem gerar a sensação de que fracassaram. Embora essa impressão seja normal, é preciso enfrentá-la e superá-la.

Poucas coisas podem ser mais desanimadoras do que o sentimento de fracasso pessoal. Essa sensação desagradável de não ter conseguido obter os resultados esperados gera muito estresse e inquietação.

O fracasso pessoal pode derivar de muitas situações. No entanto, depende da avaliação que a pessoa faz dessa situação em particular. Ou seja, o mesmo evento negativo pode ser visto como um fracasso ou como uma oportunidade, de acordo com a mentalidade do atleta.

O fracasso também pode desencadear reações emocionais negativas que colocam em risco o bem-estar psicológico e o desempenho esportivo.

Por isso, é muito importante saber lidar com o fracasso pessoal e as emoções negativas que ele gera. A seguir, vamos te contar em quais situações há uma maior probabilidade da sensação de fracasso pessoal surgir e como superá-la.

O que é um fracasso pessoal?

Conforme já foi dito, o sentimento de fracasso depende mais da avaliação negativa da situação do que do evento negativo em siAinda assim, existem alguns momentos-chave em que é muito provável que o atleta sinta que fracassou:

  • Sentir que poderia ter dado mais do seu potencial após um treino ou competição importante.
  • Perder para um rival que a priori era considerado inferior.
  • Sofrer uma lesão, ainda que acidental, pouco antes de uma competição de grande valor.
  • Estabelecer metas ambiciosas demais e não conseguir cumpri-las.
  • Não alcançar os resultados esperados apesar de ter se esforçado e de estar muito motivado.

Como superar o fracasso pessoal

O próximo passo após identificar em quais situações o fracasso pode aparecer é estabelecer diretrizes para superar essa sensação desagradável.

o fracasso pessoal

1. Considerar todos os cenários possíveis

Em muitas ocasiões, o fracasso pessoal é causado por ter expectativas irrealistas sobre o futuro. Quando o que é desejado não coincide com o resultado obtido, há uma boa chance de se sentir decepcionado consigo mesmo.

Portanto, ao esperar resultados futuros, é conveniente ter a mente aberta e pensar que há muitos fatores que não podem ser controlados. Há muitos resultados possíveis diante da mesma situação, mais do que uma pessoa possa perceber inicialmente.

2. Redefinir os objetivos e priorizá-los

A incompatibilidade entre as metas estabelecidas e as capacidades do atleta é uma fonte poderosa de sentimentos de fracasso. Os objetivos pessoais não devem ser vistos como imposições, mas sim como objetivos atraentes que despertam a motivação do atleta.

Ao definir metas, é preciso ter uma mentalidade flexível e ser capaz de alterá-las se as circunstâncias assim exigirem. Dessa forma, as chances de alcançá-las também são maximizadas, o que tem um impacto positivo na autoestima.

Outro aspecto fundamental é priorizar os objetivos de acordo com a sua dificuldade ou urgência. Nem todos os objetivos são igualmente importantes ou urgentes. É importante ordená-los e começar por aqueles que exigem mais trabalho do atleta.

3. Aprender a limpar a mente de pensamentos negativos

É normal que, após ter sofrido um revés, o atleta tenha pensamentos negativos sobre si mesmo. No entanto, esses pensamentos devem ser passageiros. Não podemos permitir que eles dominem a nossa mente.

Quando os pensamentos negativos tomam conta de nós, eles geram emoções negativas e há uma maior probabilidade de que o desempenho se deteriore. Pelo contrário, o atleta que não se deixa influenciar por essas ideias encara o futuro com uma atitude mais otimista e confiante.

o fracasso pessoal

Uma maneira de mudar a maneira de pensar é se concentrar em desenvolver os pontos fortes de cada um. Todos os atletas têm pontos fortes e fracos. Focar a atenção no que é uma vantagem pode ajudar o atleta a perceber todas as suas virtudes e aprender como tirar proveito delas.

Até mesmo o pior dos fracassos pode ser superado

A vida é cheia de situações adversas e obstáculos, mas isso não é motivo para evitar as dificuldades ou viver resignado. A única maneira de superar as situações negativas é ser corajoso e lidar com elas ativamente. A pesquisa em psicologia afirma que a evitação é apenas uma forma de aumentar o desconforto.

Por meio de um bom treinamento mental por parte do atleta, é possível superar qualquer decepção. Conforme foi dito no início, o sentimento de fracasso é motivado pela interpretação que é feita da situação, não pelo evento em si.

  • Pérez-Acosta, A. y González, A., (1998). Conducta de evitación: adquisición y extinción. Suma Psicológica. 5. 207-231.